Argentino é agredido em BH e terá de passar por cirurgia na mão

Do UOL, em São Paulo*

  • Reprodução / TV Globo

    Argentino que teve o dedo quebrado por carregar uma bandeira de seu país

    Argentino que teve o dedo quebrado por carregar uma bandeira de seu país

O argentino Ruben Lucero, 34 anos, quebrou um dedo da mão na noite desta terça-feira, em Belo Horizonte por carregar uma bandeira de seu país. No relato feito ao Pronto-Socorro João XXIII, ele afirmou que foi agredido por três brasileiros que ficaram insatisfeito ao ver o movimento do pano em azul e branco. Ele aguarda transferência para realizar cirurgia de correção da fratura, que pode acontecer ainda nesta quarta-feira.

"Me parece um absurdo que façam uma coisa assim por uma bandeira, pois gente tem que ter respeito por outras pessoas de outro país. Eu tenho que respeitar o amor a minha bandeira e agora tenho que esconder, não posso mostrar", lamentou Lucero, em entrevista concedida a Rede Globo.

De acordo com a assessoria de imprensa do pronto-socorro João XXIII, Lucero deu entrada no local às 21h. Ele aguarda transferência para realizar uma cirurgia na mão que teve o dedo fraturado.

A Argentina está se preparando para a Copa do Mundo na Cidade do Galo, centro de treinamentos do Atlético-MG. Sem entrar em detalhes, o argentino explicou que estava confraternizando com outros torcedores quando teve o dedo quebrado.

"Estava tocando a buzina, tudo tranquilo, tudo bonito. Estavam passando com uma bandeira da Colômbia também. Eu estava com a bandeira amarrada na minha mão, eles seguraram a bandeira e depois puxaram. Aí foi fechando, fechando e quebrou meu dedo", explicou.

"Como vai ser aqui daqui a pouco quando vierem todas as pessoas com bandeiras de seus países? O que vai acontecer com eles?", questionou.

A Polícia Militar de Minas Gerais afirmou que não tem nenhum registro de ocorrência sobre o caso.

*Atualizada às 14h01min

Seleção Argentina de Futebol
Seleção Argentina de Futebol
Últimas notícias Ver mais notícias