Palmeiras de luto. Morrem goleiro tricampeão brasileiro e ex-atacante

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Pérez (de azul) foi o goleiro do Palmeiras na conquista do Robertão de 1967

    Pérez (de azul) foi o goleiro do Palmeiras na conquista do Robertão de 1967

O Palmeiras iniciou a semana de luto pela morte de dois ex-jogadores com passagens expressivas pelo clube nas décadas de 1950 e 1960. O ex-goleiro Juan Miguel Pérez, tricampeão brasileiro pelo clube, morreu, aos 76 anos, na madrugada de terça-feira em Assunção, no Paraguai, por conta de um câncer. Já o ex-atacante Américo Murolo morreu, aos 82 anos, na manhã desta quarta, em decorrência de problemas respiratórios.

Natural do Paraguai, Pérez chegou ao Palmeiras para ser reserva de Valdir de Moraes em 1967, contratado junto ao Galícia, da Venezuela, mas acabou por participar ativamente da conquista de três conquistas nacionais posteriormente reconhecidas pela CBF como títulos brasileiros: os torneios Roberto Gomes Pedrosa de 1967 e 1968 e a Taça Brasil de 1967. Sua vitoriosa passagem contou com 59 partidas, sendo 34 vitórias, 15 empates e  dez derrotas.

Já Américo participou da conquista do Paulista de 1959, quando o Palmeiras levou a melhor sobre o Santos de Pelé em decisão com partidas extras. Pelo Palmeiras, ele fez 101 gols em 175 jogos, sendo 112 vitórias, 29 empates e 34 derrotas. Jogou também por Guarani, Flamengo e Portuguesa Santista, entre outros clubes.

Últimas notícias Ver mais notícias