Julianna Peña acusa Ronda Rousey de evitar duelo no UFC

Ag. Fight

  • Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

    Julianna Peña retorna ao octógono no próximo dia 28 de janeiro

    Julianna Peña retorna ao octógono no próximo dia 28 de janeiro

Embalada pela sequência de quatro vitórias, entre elas a que valeu o título do TUF 18 (reality show do UFC), Julianna Peña enfrentará Valentina Shevchenko pela divisão peso galo (61 kg) na luta principal do show programado para a cidade de Denver no próximo dia 28 de janeiro. E mesmo com a proximidade do confronto, a norte-americana de ascendência venezuelana não perdeu tempo: alfinetou Ronda Rousey, ex-campeã da categoria e sua eterna rival. De acordo com 'The Venezuelan Vixen', a medalhista olímpica se nega a encará-la há muito tempo.

A provocação foi feita em entrevista ao programa 'Toe2Toe', da rádio SiriusXM, na última terça-feira (10). A lutadora demonstrou estar engasgada e aproveitou para criticar 'Rowdy'. De acordo com Juliana Peña, Ronda nunca foi tudo o que diziam. Ela revelou se sentir subestimada dentro da organização e garantiu que caso tivesse enfrentado a loira antes teria provado isso.

"É ridículo como Ronda me evitou  por todo esse tempo. Ela recebeu tudo de mão beijada somente por causa do nome dela. Ela ficou conhecida como uma deusa gloriosa que era intocável, e isso me deixava maluca. Eu não pude ser a primeira a destroná-la desde o começo. Acho que todos eles me subestimaram. Todo o tempo as pessoas estão me subestimando", afirmou.

E mesmo após duras críticas para cima da ex-campeã peso-galo, ela demonstrou estar concentrada no combate do final do mês contra Shevchenko, multicampeã mundial de muay-thai. The Venezuelan Vixen revelou estar obcecada pela próxima adversária, além de garantir ser a única que merece ser temida na divisão. Esbanjando confiança, a atual segunda colocada do ranking da categoria disse que vem para matar.

"Eu estou constantemente estudando os vídeos dessa garota. Acho que descavei todos os vídeos da internet de Valentina. Eu acordo pensando nela, vou dormir pensando nela. Ela está constantemente na minha cabeça. A obsessão que tenho por ela é assustadora Sou a única a ser temida. Eles não gostam de estar trancadas comigo no octógono porque eu sou um animal. Sou uma máquina e estou vindo para te matar", contou.

Quer receber notícias do MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Últimas notícias Ver mais notícias