Cortney Casey enaltece vitória no UFC 211 e minimiza polêmica com 'Claudinha'

Ag. Fight

Cortney Casey derrotou Jéssica Aguilar no UFC 211 – Marcel Alcântara

Após ser superada por Cláudia Gadelha em novembro de 2016, Cortney Casey retornou ao octógono do UFC no último sábado (13) e reencontrou a vitória ao bater Jéssica Aguilar por pontos. E, para a americana, esse foi simplesmente o maior triunfo de sua carreira.

Durante entrevista coletiva após o UFC 211, evento realizado em Dallas (EUA), Cortney conversou com jornalistas e enalteceu a carreira da rival que acabara de vencer, não deixando esconder a sua imensa felicidade pela conquista.

“Sim, essa foi a maior vitória da minha carreira. Ela vem de um grande camp e já estava em alta antes mesmo de entrar no UFC. Mesmo com o período afastada, ela se manteve bem colocada no ranking até pouco tempo”, afirmou.

Quando perguntada sobre a polêmica envolvendo sua luta contra ‘Claudinha’ – que acertou uma joelhada ilegal na americana e depois pediu desculpas -, Cortney fez questão de garantir que nem pensa mais no episódio e que tudo foi superado.

“No meu ponto de vista, tudo já estava no passado no dia seguinte da luta contra a Cláudia. Mas a mídia continua trazendo isso à tona e, se vocês querem continuar com esse assunto, tudo bem. Eu já superei isso faz tempo. Não ligo, ela é uma mentirosa. Aconteceu e ela pode falar o que quiser. Não ligo, já estou em outra. Só quero continuar lutando e fazendo boas apresentações”, declarou.

Com a vitória, Cortney pode subir algumas posições e passar a figurar entre as top 15 da categoria dos pesos-palhas (52 kg). Aos 30 anos de idade, a americana coleciona na carreira um cartel com sete vitórias e quatro derrotas.

Últimas notícias Ver mais notícias