Victor perde o pai uma semana depois de homenageá-lo com título do Atlético

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético

    Victor manteve internação do pai em sigilo até ser campeão mineiro com o Atlético-MG

    Victor manteve internação do pai em sigilo até ser campeão mineiro com o Atlético-MG

Faleceu na madrugada desta segunda-feira o pai do goleiro Victor, do Atlético-MG. José Bagy tinha 75 anos e estava internado na UTI Hospital Nossa Senhora das Graças, em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. O pai gol goleiro atleticano já estava internado há algumas semanas e causa da morte não foi revelada ainda.

Mesmo com o pai na UTI, Victor seguia atuando normalmente pelo Atlético. O goleiro sequer havia revelado à situação familiar, algo que só fez após a conquista do Campeonato Mineiro. Após a vitória por 2 a 1, sobre o Cruzeiro, no último dia 7, Victor recebeu os abraços de muitos companheiros.

Bastante emocionado, o camisa 1 do Atlético comentou como estava sendo difícil jogar futebol, enquanto o pai estava internado. "É uma coisa que eu procurei não falar. Meu pai está internado há duas semanas na UTI. Só ele e Deus para me darem forças para fazer meu melhor em campo. Dedico esse título a todo sofrimento que meu pai e minha família vem passando, quero agradecer à minha família, a Deus, meus irmãos. Não é fácil esse momento, mas tenho certeza que ele está orgulhoso", declarou o goleiro.

O sepultamento de José Bagy vai acontecer nesta segunda-feira à tarde, em Santo Anastácio, também no interior de São Paulo.

Já nesta terça-feira o Atlético tem jogo pela Copa Libertadores, contra o Godoy Cruz, às 21h, no Independência. A presença ou não de Victor ainda não foi confirmada pelo clube. Decisão que vai ser tomada apenas mais tarde, de acordo com o que for desejo do atleta.

Últimas notícias Ver mais notícias