Para voltar à seleção após recusa, Rafinha recebeu ligação de Tite

Quase dois anos depois de ter pedido dispensa da seleção brasileira, o lateral-direito Rafinha foi novamente convocado para defender o Brasil. Se dissera não a Dunga, agora ele foi chamado por Tite para os amistosos contra Argentina e Austrália.

Para sacramentar a inclusão do jogador na convocação e sanar algumas dúvidas sobre episódios do passado, Tite precisou entrar em contato direto com o lateral, que chegou a ser cotado para defender a seleção da Alemanha.

"Liguei e conversei com ele por telefone. Houve um mal entendido com relação à situação anterior. Ele disse: 'Gostaria sim, é meu objetivo pessoal'. Aliás, como outros que não foram convocados me colocaram "A gente queria estar junto". Que bom que tem esse sentimento. E é bom que os torcedores saibam que os atletas de férias gostariam de estar aqui para jogar", comentou o treinador.

Rafinha tem situação consolidada no Bayern, com títulos frequentes com a camisa do time bávaro, e foi chamado para os próximos jogos para disputar posição com Fagner. Daniel Alves, dono absoluto da posição, ganhou um descanso por estar com a Juventus na final da Liga dos Campeões.

 

 

Últimas notícias Ver mais notícias