Cruzeiro e Fla empatam em jogo que marcou volta de E. Ribeiro ao Mineirão

Enrico Bruno e Thiago Fernandes
Do UOL, em Belo Horizonte

Cruzeiro e Flamengo empataram por 1 a 1, no Mineirão, em partida disputada na tarde deste domingo (16), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Everton fez para os visitantes e Sassá igualou o marcador, fazendo o seu primeiro gol com a camisa do mandante.

Com o resultado, o Rubro-Negro desperdiça a chance de assumir a terceira posição e ainda diminuir a diferença para o líder Corinthians, que continua nos mesmos 12 pontos. A equipe de Zé Ricardo chega a 24 pontos conquistados e permanece em quarto. A Raposa, por sua vez, cai para a sétima colocação, com 21, e deixa o grupo de classificação para a Libertadores.

O melhor: Lucas Romero se destaca na marcação e na criação de jogadas

Improvisado na lateral direita, Lucas Romero sobrou em campo diante do Flamengo. O argentino fez ótimas jogadas no setor ofensivo, inclusive deixando Alisson em condições de marcar em uma delas, e ainda deu segurança à defesa, impedindo as investidas dos homens de frente do rival.

O pior: Ariel Cabral tem dificuldades para marcar Everton Ribeiro e Diego

O argentino esteve muito aquém do que se espera no empate com o Flamengo. Obrigado a marcar Diego e Everton Ribeiro, o camisa 5 ficou perdido enquanto esta dupla permaneceu em campo. Ele, inclusive, tomou uma caneta desconcertante do camisa 7 flamenguista.

Cruzeiro aposta em contra-ataques pelos lados do campo

O Cruzeiro adotou um estilo de jogo que costuma praticar diante de times postulantes ao título - casos de Palmeiras e Flamengo. Mesmo no Mineirão, a equipe de Mano Menezes optou por jogar no contragolpe e buscar o gol pelos lados do gramado. Thiago Neves e Rafael Sóbis tiveram as melhores chances de marcar, mas pararam nas boas defesas de Thiago.

Flamengo propõe o jogo e cria com Everton Ribeiro e Diego

Com mais posse de bola, o Flamengo contou com tabelas da principal dupla do setor ofensivo para chegar ao gol do Fábio. Embora o goleiro do Cruzeiro não tenha feito defesas difíceis na primeira etapa, Everton Ribeiro e Diego por pouco não balançaram a rede do arqueiro.

Everton afia pontaria e já atinge 2ª melhor marca pelo Flamengo

André Yanckous/AGIF

De volta ao Flamengo desde 2014, o meia-atacante Everton vive um ano iluminado. Ao aproveitar cruzamento de Rodinei para balançar a rede de Fábio em cabeceio firme, o meia-atacante chegou ao oitavo gol em 30 partidas na temporada. Esta já é a sua segunda melhor marca desde o retorno à Gávea. Em 2014, ele fez dez gols em 49 partidas.

Estrela de Mano Menezes brilha e Sassá marca o primeiro

André Yanckous/AGIF

Em desvantagem no marcador, o Cruzeiro buscava o empate. Para que isso acontecesse, Mano Menezes colocou Sassá na vaga de Élber aos 13 minutos do segundo tempo. Em seu primeiro toque na bola, aos 14, o centroavante recebeu passe de Diogo Barbosa e bateu de biquinho para estufar a rede de Thiago. É o primeiro gol do camisa 99 em seis jogos disputados desde a chegada à Toca da Raposa II.

Everton Ribeiro volta ao Mineirão com caneta desconcertante e vaias

A expectativa é que Everton Ribeiro fosse ovacionado pela torcida do Cruzeiro em seu retorno ao Mineirão. Contudo, o que se viu no estádio foi vaia por parte do público mandante. As manifestações não se limitaram ao camisa 7 adversário, mas a todo o time do Flamengo. O curioso é que o meia-atacante permaneceu tão à vontade quanto no período em que atuou por Minas Gerais. No primeiro tempo, ele aplicou uma caneta desconcertante em Ariel Cabral e fez a torcida do Flamengo ir à loucura. Na saída do gramado, o craque foi vaiado por parte do público que foi ao Gigante da Pampulha.

Diego e Mano Menezes discutem por falta não marcada em Elber

Uma dividida entre Renê e Élber culminou em muita reclamação por parte do Cruzeiro. O lateral-esquerdo deu um carrinho no atacante do Cruzeiro, mas o árbitro Rodolfo Toski não assinalou falta. O fato fez com que Diego e Mano Menezes discutissem na beira do campo. O técnico reclamou da arbitragem e o craque do Flamengo contestou a indignação do comandante cruzeirense. É a segunda vez que o treinador se envolve em uma polêmica. Contra a Chapecoense, ele atrapalhou a cobrança de um lateral do time adversário.

Torcidas de Cruzeiro e Flamengo comemoram juntas

Um gol na rodada fez com que as torcidas de Cruzeiro e Flamengo fossem à loucura no Mineirão. Quando Igor balançou a rede de Victor no duelo entre Atlético-GO e Atlético-MG, no Serra Dourada, o lance foi anunciado no placar do Mineirão. Cruzeirenses e flamenguistas celebraram bastante no Gigante da Pampulha. Mas, depois, o time mineiro viraria o jogo e venceria o xará goiano por 2 a 1.

CRUZEIRO 1x1 FLAMENGO

Motivo: 14ª rodada, Brasileirão 2017
Data/Hora: 16/07/2017, às 16h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

GOLS: Everton, 8'2ºT (0-1); Sassá, 14'2ºT (1-1)
Cartões amarelos: Lucas Silva, Rafael Sóbis, Lucas Romero (CRU); Geuvânio (FLA)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 39.976 pagantes/43.480 presentes/R$1.349.516,00.

Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Lucas Silva (Nonoca - 20'2ºT); Thiago Neves, Alisson, Elber (Sassá - 13'2ºT); Rafael Sóbis (Rafael Marques - 28'2ºT). Técnico: Mano Menezes

Flamengo: Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar (Mancuello - 31'2ºT); Diego (Berrío - 37'2ºT), Everton Ribeiro (Geuvânio - 21'2ºT), Everton e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Últimas notícias Ver mais notícias