Justiça obriga Santos a depositar 28% da venda de Thiago Maia à empresa

  • Neto Tuareg/Santos FC

A empresa DLX Sports Agency LTDA conseguiu uma liminar na tarde desta segunda-feira que obriga o Santos a depositar 28% do valor da venda de Thiago Maia ao Lille, da França. O negócio foi fechado em R$ 51 milhões (14 milhões de euros) e, neste caso, a empresa ficaria com R$ 14,2 milhões.

A ação ocorre pois a DLX é a empresa que levou o volante ao Santos e tinha 28% de seus direitos econômicos. Segundo a advogada da empresa, Gislaine Nunes, o percentual foi ignorado na renovação de contrato do jogador, que ocorreu em 2015.

Na época, os direitos ficaram divididos com 70% para o clube e 30% para o atleta, vendido no último sábado.

O clube ainda não foi notificado da liminar. O volante se despediu dos companheiros nesta segunda-feira.

Últimas notícias Ver mais notícias