Jucilei diz que quer ficar no São Paulo e vê permanência encaminhada

Bruno Grossi
Do UOL, em São Paulo

Emprestado até dezembro pelo Shandong Luneng, da China, Jucilei não quer dizer adeus ao São Paulo no fim do ano. O meio-campista afirma que deseja permanecer no clube e revela que um acerto pode estar próximo.

"Como todos sabem, vai ter uma conversa e está tudo encaminhado. Mas não depende só de mim, eu tenho um valor estipulado. Estou feliz, minha intenção é continuar, quero continuar. É um time que me sinto muito bem. Tenho desejo de ficar", disse o jogador na zona mista do Morumbi.

O empresário Nick Arcuri já se reuniu com membros da diretoria de futebol do São Paulo para conversar sobre a possível permanência, mas Jucilei não foi titular na vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, já que o técnico Dorival Júnior fez opção por Militão. O volante, no entanto, entrou no segundo tempo e, de acordo com o técnico, deu mais equilíbrio ao time.

"Não tenho que provar mais nada para ninguém, não quero bater de frente com o Dorival, ele é o comandante. Ele quem decide. Eu vou respeitar a decisão dele e pronto", afirmou Jucilei que, porém, deixou claro que quer jogar. "Ele alegou que fiquei na reserva porque o Cruzeiro é um time mais rápido, mas eu quero jogar. Posso fazer segundo volante, já joguei assim na época do Corinthians", opinou o meio-campista.

O atleta teve o nome gritado pela maioria dos 56.052 torcedores que assistiram à vitória do Tricolor no Morumbi, público recorde no Brasileirão 2017. "A torcida tem que entender que a gente sempre entra pra ganhar o jogo. Eu fico feliz pelo reconhecimento desde o começo do ano e procuro retribuir dentro de campo, me entregando e saindo exausto do jogo sempre", disse Jucilei à Rádio Globo. "Hoje a gente teve um pouquinho de sorte, vamos falar assim. Hoje deu tudo certo", completou.

Últimas notícias Ver mais notícias