Na volta de Coutinho, Firmino marca, mas Liverpool empata na Champions

Caio Carrieri
Colaboração para o UOL, em Liverpool (Inglaterra)

  • Paul Ellis/AFP

A reedição da penúltima final da Liga Europa foi uma das partidas mais disputadas na rodada inaugural da Liga dos Campeões desta quarta-feira (13). Em jogo válido pelo Grupo E, Liverpool e Sevilla empataram por 2 a 2 em Anfield, em confronto que contou com a presença do brasileiro Roberto Firmino e a estreia de Philippe Coutinho na atual temporada europeia. O camisa 9 fez um dos gols dos ingleses, que também marcaram com Salah, enquanto Ben Yedder e Correa balançaram as redes pelos espanhóis. Firmino ainda perdeu um pênalti, mas foi celebrado pela torcida em quatro ocasiões ao longo da noite.

O resultado deixa ambos os clubes nas duas primeiras posições da chave, pelo número de gols marcados. Isso porque o outro duelo do grupo também terminou em empate: 1 a 1 entre Maribor e Spartak Moscou. 

Vindo de dois jogos com gols vestindo a camisa do Sevilla, Paulo Henrique Ganso sequer ficou no banco nesta quarta-feira. O meia ex-Santos e São Paulo chegou a ser convocado pelo técnico Eduardo Berizzo, porém não foi para a partida.

Do outro lado, Philippe Coutinho apenas começou entre os reservas. Considerado apto fisicamente para jogar, o camisa 10 teve que assistir o primeiro tempo do banco, vendo Salah, seu concorrente por posição, se destacar. Como o egípcio se recuperava de uma dor de garganta, Jürgen Klopp cogitou a começar com o brasileiro, mas mudou de ideia após a situação do camisa 11 estabilizar.

Paul Ellis/AFP

A partida teve um início de alta intensidade, com o Sevilla abrindo o placar aos 5min com Ben Yedder, que recebeu de Sergio Escudero para marcar. - com direito a uma falha do zagueiro Lovren, que tentou cortar o cruzamento e furou A resposta veio aos 21min, quando Moreno tabelou com Henderson, recebeu no fundo e cruzou para trás. Roberto Firmino apareceu no primeiro pau e escorou com o pé para as redes.

O ritmo do jogo caiu após a igualdade, mas o Liverpool se manteve superior em campo. Aos 37min, Salah arriscou finalização de fora da área, acertou um adversário e enganou o goleiro Sergio Rico, virando o placar. O clube inglês manteve a pressão e teve a chance de ampliar após Sadio Mané ser derrubado na área por Pareja e sofrer um pênalti. Na cobrança, Firmino tirou do goleiro, mas mandou na trave direita.

Apesar da penalidade desperdiçada, o atacante da seleção brasileira recebeu apoio da torcida em Anfield. As arquibancadas gritaram "Bobby Firmino" em mais de uma ocasião, uma delas após o brasileiro falhar na batida. Os torcedores voltaram a cantar pelo brasileiro na etapa complementar, após Firmino arriscar um chute que passou perto do gol e pressionar a saída de bola adversária. Mesmo não pegando tanto na bola, o camisa 9 se destacou nas movimentações, abrindo espaços para infiltrações de Mané e Salah.

Jason Cairnduff/Reuters
Eduardo Berizzo é expulso do jogo entre Liverpool e Sevilla

Os ingleses continuaram melhores após o intervalo, mas foi o Sevilla quem balançou as redes. O colombiano Luis Muriel acionou Joaquin Correa na área aos 27min e argentino tocou com classe por cima do goleiro Karius, que saía para fechar o ângulo. Antes mesmo do empate, Klopp preparava a entrada de Philippe Coutinho, que substituiu Emre Can quando restavam 15 minutos de jogo. Ao entrar em campo, o brasileiro foi muito bem recebido pela torcida, que já havia aplaudido seu nome quando as escalações foram anunciadas.

Em igualdade no marcador, as equipes realizaram um final de jogo equilibrado, porém sem novas movimentações no placar. O Sevilla até teve uma oportunidade clara para sair com a vitória, mas Muriel desperdiçou a chance cara a cara com Karius e mandou para fora.

A partida ainda contou com uma cena inusitada entre os treinadores das duas equipes. Por volta da metade da etapa complementar, Klopp e Berizzo se desentenderam, e o técnico argentino acabou jogando a bola na torcida inglesa. A arbitragem expulsou-o prontamente, mas isso não significou o final das discussões. Após o término do jogo, as comissões técnicas das duas equipes ficaram discutindo, sem que houvesse outra punição do árbitro Danny Makkelie.

Besiktas lidera Grupo G

Na chave menos estrelada do dia na Liga dos Campeões, o Besiktas largou na frente. O clube turco derrotou o Porto por 3 a 1 em Portugal, com gols de Talisca, Tosun e Babel – Tosic marcou contra a favor dos portugueses. No outro duelo do Grupo G, o RB Leipzig empatou por 1 a 1 com o Monaco, com gols de Forsberg para os alemães e Tielemans para os monegascos.

Últimas notícias Ver mais notícias