Equatorianos são punidos por 'noitada' antes de jogo contra a Argentina

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Arboleda, zagueiro do São Paulo, é um dos jogadores que foram punidos

    Arboleda, zagueiro do São Paulo, é um dos jogadores que foram punidos

Guayaquil (Equador), 12 out (EFE).- A Federação Equatoriana de Futebol (FEF), presidida por Carlos Villacís, anunciou nesta quinta-feira a suspensão por tempo indeterminado de cinco jogadores da seleção por indisciplina cometida antes da derrota para a Argentina por 3 a 1, na última terça.

"Os cinco jogadores que estão envolvidos nisso foram afastados de qualquer convocação à seleção nacional indefinidamente. É uma decisão muito dura, drástica, dolorosa pelos garotos, mas indubitavelmente era necessário tomá-la, fixar um precedente para o futuro, para os próximos convocados", declarou Villacís

O dirigente explicou que a medida foi tomada após uma reunião entre nove integrantes do diretório da federação realizada nesta quinta e destacou que o nome dos atletas não serão divulgados.

"Não daremos os nomes dos jogadores, mas são cinco os que estão suspensos indefinidamente O ato de indisciplina que cometeram foi ter saído da concentração da seleção à meia-noite de sexta-feira e retornar às 2h20 da madrugada", esclareceu.

A noitada aconteceu um dia depois da derrota para o Chile por 2 a 1, em Santiago, que tirou qualquer chance do Equador de ir à Copa do Mundo da Rússia. A seleção terminou as Eliminatórias em oitavo lugar, com 20 pontos.

Embora a FEF não tenha divulgado os atletas envolvidos, o jornal 'El Comercio' divulgou que se trata do zagueiro Robert Arboleda, do São Paulo, o volante Jefferson Orejuela, do Fluminense, e os atacantes Enner Valencia, Joao Plata e Gabriel Cortez. Entretanto, a informação não foi confirmada pela entidade.
 

Últimas notícias Ver mais notícias