Cristiano Ronaldo bate recorde com golaço e Real vence Dortmund

Do UOL, em São Paulo

  • Paul White/AP

Cristiano Ronaldo fez um golaço e alcançou um recorde impressionante na Liga dos Campeões, mas o Real Madrid teve trabalho para vencer o Borussia Dortmund por 3 a 2, depois de abrir dois de vantagem nos primeiros minutos. A partida desta quarta-feira (6), válida pelo grupo H, não mudou nada na situação dos merengues.

O Real já estava classificado para as oitavas e não tinha como terminar na primeira colocação, que seria do Tottenham de qualquer jeito. Os ingleses venceram o APOEL por 3 a 0 também nesta noite, mas teriam ficado na ponta mesmo com derrota por terem vencido os espanhóis em confronto direto.

Mas o Borussia Dortmund deve se sentir muito aliviado, apesar do resultado no Bernabéu: a derrota do APOEL em Londres dá aos alemães o direito de disputar pelo menos a Liga Europa. A possibilidade de ficar de fora de outra competição era vista como fiasco na Alemanha.

Podia ser Neymar... Mas foi CR7

Denis Doyle/Getty Images

Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro jogador da história a marcar em todos os seis jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões. Neymar poderia ter alcançado o recorde primeiro nesta terça, mas não fez gol na derrota por 3 a 1 para o Bayern de Munique.

E o português chegou lá com um golaço: aos 11 minutos do primeiro tempo, recebeu passe de Nacho na entrada da área, deu um passo para o lado para se livrar do marcador e chutou no ângulo. Burki não tinha como defender. Aos 33 do segundo tempo, fez um gol em posição de impedimento que foi bem anulado.

O craque deixou sua marca nove vezes até agora: fez quatro gols nos dois jogos contra o APOEL, três contra os alemães (contando o desta quarta), e dois contra o Tottenham. Quer currículo melhor para o cara que pode ganhar a Bola de Ouro nesta quinta-feira?

Alô, Grêmio?

Francisco Seco/AP

A menção honrosa do time alemão fica para Schmelzer e, como de costume, para Aubameyang. O zagueiro do Dortmund aproveitou o cochilo de Asensio para roubar a bola e cruzar perfeitamente para o atacante, que mergulhou em um peixinho e empurrou para a rede.

Os dois gols de Aubameyang não mudaram rigorosamente nada na situação do Borussia na Liga (o APOEL foi derrotado pelo Tottenham, de modo que os aurinegros ficariam à frente no saldo de gols de um jeito ou de outro), mas a falha da defesa do Real pode e deve ser estudada pelos gremistas nos próximos dias.

Se o clube brasileiro chegar à final do Mundial de Clubes e tiver os merengues como adversários, Schmelzer e Aubameyang serão a prova de que estar sempre alerta pode surpreender até os mais badalados jogadores do planeta.

O atacante ainda recebeu um passe de letra de Kagawa e teve mais uma chance de marcar aos três do segundo tempo. Ou melhor: duas chances, já que Aubameyang errou o primeiro chute e pegou seu próprio rebote. Um simples toque por cima de Navas foi o suficiente para empatar.

O Grêmio já seguiu viagem para os Emirados Árabes, onde acontece o Mundial desde ano, mas o Real ainda tem mais um compromisso pela frente antes do embarque: enfrenta o Sevilla no sábado, pelo Campeonato Espanhol.

É o "Mayoral" mesmo

Paul Hanna/Reuters

Não foi um golaço como o de CR7, mas Borja Mayoral mostrou uma capacidade de oportunismo acima da média. Isco recebeu de Cristiano Ronaldo e pareceu tentar o domínio com um giro de corpo, mas acabou servindo o atacante, que só teve de dar uma mínima cavadinha por cima de Burki para abrir o placar. Também foi dele a assistência para o gol de Lucas Vázquez.

Que tranquilidade é essa?

Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

Sejamos sinceros: com Tottenham e Real já classificados e definidos em primeiro e segundo lugar, respectivamente, esse grupo não tinha mais nenhum atrativo além do bom futebol que ambos poderiam mostrar em seus jogos e diante de suas torcidas. Até os jogadores relaxaram um pouco.

Inicialmente, o Borussia Dortmund confirmou a fragilidade que já havia exibido ao longo das rodadas anteriores. O Real, no entanto, abriu dois gols de vantagem cedo demais e ficou mais tranquilo e sonolento do que deveria. Entrou em ritmo de treino e deixou o rival chegar, como no cochilo de Asensio.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 3 X 2 BORUSSIA DORTMUND

Data e hora: 6 de dezembro de 2017, às 17h45 (de Brasília)
Local: Santiago Bernabéu, em Madri (Espanha)
Árbitro: Pavel Královec (República Tcheca)
Auxiliares: Roman Slysko (Eslováquia) e Ivo Nadvornik (República Tcheca)
Cartões amarelos: Bartra (Dortmund)
Gols: Mayoral, aos 7, e Cristiano Ronaldo, aos 11 do primeiro tempo, Lucas Vázquez, aos 35 do segundo (Real); Aubameyang, aos 43 do primeiro e aos 3 do segundo(Dortmund)

REAL: Keylor Navas; Nacho Fernández, Varane (Asensio), Sergio Ramos e Theo Hernández; Casemiro, Kovacic (Ceballos) e Isco (Llorente); Lucas Vázquez, Mayoral e Cristiano Ronaldo
Técnico: Zidane

DORTMUND: Burki; Sokratis, Subotic, Schmelzer e Bartra (Toprak); Nuri Sahin (Weigl), Dahoud, Raphael Guerreiro, Pulisic e Kagawa (Yarmolenko); Aubameyang
Técnico: Peter Bosz

Últimas notícias Ver mais notícias