Uefa retira de Bruxelas jogos da Eurocopa-2020

Nyon, Suíça, 7 dez 2017 (AFP) - A Uefa decidiu nesta quinta-feira retirar de Bruxelas as quatro partidas que seriam disputadas na capital belga durante a Eurocopa-2020, que serão transferidas para o estádio de Wembley, em Londres, anunciou o presidente da entidade, Aleksander Ceferin.

O Comitê Executivo da Uefa decidiu "por unanimidade" retirar essas quatro partidas de Bruxelas, diante da incapacidade dos organizadores belgas de garantirem que o novo estádio estará pronto a tempo, explicou Ceferin.

"Devido à incapacidade do projeto Eurostadium em responder às condições impostas pela Uefa, as quatro partidas inicialmente previstas para Bruxelas serão reprogramadas para Wembley", declarou o dirigente da Uefa em coletiva de imprensa.

O estádio de Wembley, que também receberá as duas semifinais e a final, sediará 7 jogos no total.

A partida de abertura, que Bruxelas cogitava receber, acontecerá no Estádio Olímpico de Roma.

"Estamos em contato com Bruxelas há muito tempo. Eles não foram capazes de trazer documentos e garantias. Tiveram tempo, mas não fizeram", lamentou Ceferin.

"Vários especialistas estimaram que o risco para a Uefa era elevado demais", continua o presidente da Uefa.

Bruxelas era uma das 13 cidades escolhidas para sediar jogos da Eurocopa-2020, num formato inédito por toda a Europa para comemorar os 60 anos da Uefa.

Com isso, após sorteio realizado nesta quinta-feira, Roma e Baku sediarão jogos do grupo A, São Petersburgo e Copenhague do grupo B, Amsterdã e Bucareste do C, Londres e Glasgow do D, Bilbao e Dublin do E e Munique e Budapeste do F.
Últimas notícias Ver mais notícias