Ex-reserva do Brady renova com time da NFL e terá salário anual recorde

Do UOL, em São Paulo

  • Maddie Meyer/Getty Images

    Jimmy Garoppolo (esq.) e Tom Brady (dir.), enquanto ainda eram colegas nos Patriots

    Jimmy Garoppolo (esq.) e Tom Brady (dir.), enquanto ainda eram colegas nos Patriots

Reserva de Tom Brady até cerca da metade da temporada passada da NFL, o quarterback Jimmy Garoppolo se tornou nesta quinta-feira (8) o atleta da posição com a maior média salarial da história da liga, segundo informações da "NFL Network". Trocado pelo New England Patriots com o San Francisco 49ers no dia 30 de outubro de 2017, o jogador acertou um contrato de cinco anos com o time da Califórnia, período em que receberá US 137,5 milhões (R$ 451 milhões).

Na média, Garoppolo receberá US$ 27,5 milhões por temporada, maior número recebido por um atleta da posição - Brady, em contraste, recebe 14 milhões por ano. Aos 26 anos, o jogador estava no último ano de seu contrato de calouro, assinado quando foi selecionado no Draft de 2014 da NFL pelo New England Patriots. O antigo recordista de era Matthew Stafford, quarterback do Detroit Lions (salário de US$ 27 milhões anuais).

Escolha de segunda rodada, Garoppolo teve algumas oportunidades para jogar pela equipe do Estado de Massachusetts, que teve Tom Brady suspenso em 2016 por conta do escândalo das bolas murchas. Nos testes, o jovem teve bom desempenho e passou a ser considerado um atleta com potencial de titular da posição.

Como Brady continua jogando depois de ter completado 40 anos, os Patriots optaram por se desfazer de Garoppolo, que atrairia altas propostas salariais assim que seu contrato de calouro chegasse ao fim. Por isso, a franquia de New England enviou o jogador aos 49ers em troca de uma escolha de segunda rodada do Draft deste ano.

Em seu novo time, Garoppolo demorou até estrear, porém encerrou a temporada como titular – e invicto nos cinco jogos que começou atuando. Os 49ers tinham apenas uma vitória em 2017 até o momento que o quarterback se tornou o titular. A equipe de San Francisco encerrou a temporada com 10 derrotas e seis vitórias (cinco com Garoppolo).

Últimas notícias Ver mais notícias