Time da 3ª divisão apronta novamente e elimina o City da Copa da Inglaterra

Do UOL, em São Paulo

  • ANDREW YATES/REUTERS

    Will Grigg (à esquerda) comemora o gol da classificação do Wigan

    Will Grigg (à esquerda) comemora o gol da classificação do Wigan

O momento especial do Manchester City, líder da Premier League e ataque com 111 gols marcados nesta temporada, fez Pep Guardiola sonhar em conquistar todos os títulos possíveis. Mas o Wigan mostrou mais uma vez que favoritismo não tem vez no encontro entre as equipes. Nesta segunda-feira (19), em casa, a equipe da terceira divisão venceu por 1 a 0, com gol de Will Grigg no segundo tempo, e eliminou o City da Copa da Inglaterra, em confronto válido pela quinta fase.

Foi a terceira vitória consecutiva do Wigan sobre o City no torneio - as outras ocorreram em 2014 e na final da competição, em 2013. Os comandados de Guardiola sofreram apenas o terceiro revés nesta temporada.

Nas quartas de final da Copa da Inglaterra, o Wigan enfrentará o Southampton. Já o City se concentrará para a final da Copa da Liga Inglesa, contra o Arsenal, neste domingo (25), no Wembley.

Defesa exposta atiça a zebra no primeiro tempo

Inferior tecnicamente, o Wigan se organizou para surpreender o City em contra-ataques e quase abriu o placar no primeiro tempo em duas saídas de jogo erradas da defesa visitante. Aos 11 minutos, o atacante Will Grigg driblou Stones na área e bateu forte, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Muito domínio, pouca mira

Com a bola nos pés, o Manchester City foi soberano no primeiro tempo. Foram 82% de posse para a equipe de Guardiola, contra 18% do time da casa. A eficiência nas finalizações, no entanto, não foi a mesma: apenas três chutes chegaram à meta de Walton, em 15 tentativas. Na melhor das oportunidades, aos 45 minutos, Aguero entrou na área e bateu cruzado, mas o goleiro do Wigan defendeu no reflexo.

Expulsão esquenta o clima no fim

Reuters/Carl Recine

Na sequência ao chute de Aguero, a defesa do Wigan afastou a bola alçada na área, Power tentou se antecipar para armar um contra-ataque e sofreu falta violenta de Delph. Parecia que Anthony Taylor mostraria apenas o cartão amarelo, mas o árbitro mudou de ideia e expulsou o lateral-esquerdo do City, encerrando o primeiro tempo na sequência. O lance gerou uma discussão entre Guardiola e Paul Cook, treinador do Wigan, na beira do gramado e na entrada dos vestiários do DW Stadium.

Tentativa para a vaga direta

Com um a menos em campo, e sem Sané, sacrificado com a expulsão de Delph e substituído por Walker no intervalo, o City seguiu em dificuldade para criar chances de gol. Aos 19 minutos, Guardiola sacou David Silva e colocou De Bruyne, principal jogador da equipe nesta temporada. O líder do Campeonato Inglês encorpou ofensivamente, mas o Wigan desempenhou todo o esforço possível para se defender. Deu certo.

Ansiedade pelo gol 200

Maior artilheiro da história do City, com 198 gols, Aguero está a dois tentos do 200º pelo clube. Exceto por uma chance no fim do primeiro tempo, o atacante argentino não teve muitas oportunidades para balançar as redes contra o Wigan.

Will Grigg is on fire!

Sensação da Eurocopa de 2016, o atacante norte-irlandês Will Grigg ganhou até música especial ("Will Grigg is on  fire!", algo como "Will Grigg está fervendo!") no torneio, e mais uma vez honrou a fama de goleador. Aos 33 minutos do segundo tempo, ele aproveitou uma falha de Walker na defesa do City e bateu colocado, no canto esquerdo de Claudio Bravo, para anotar o gol da classificação do Wigan. Grigg é o artilheiro da Copa da Inglaterra, com sete gols.

Invasão de alegria

Michael Regan/Getty Images

Quando Anthony Taylor apitou o fim do jogo, após muita pressão ofensiva do adversário nos acréscimos, a torcida do Wigan não ficou satisfeita em comemorar a vitória heroica apenas na arquibancada e boa parte dos presentes invadiu o gramado do DW Stadium. Na campanha que a levou às quartas de final da Copa da Inglaterra, a equipe da terceira divisão nacional eliminou outros dois integrantes da Premier League: Bournemouth e West Ham.

FICHA TÉCNICA:
WIGAN 1 X 0 MANCHESTER CITY

Local: DW Stadium, em Wigan (Inglaterra)
Data/Hora: 19 de fevereiro de 2018, às 16h55 (de Brasília)
Competição: Copa da Inglaterra (quinta fase)
Árbitro: Anthony Taylor (Inglaterra)
Cartões amarelos: Massey, Fulton, Elder, Walton e Power (Wigan)
Cartões vermelhos: Delph (City)

GOLS: Grigg, aos 33 minutos do segundo tempo

WIGAN: Walton; Byrne, Dunkley, Burn  e Elder; Perkins, Power, Massey (Colclough), Powell (Fulton) e Roberts (Jacobs); Grigg. Técnico: Paul Cook.

MANCHESTER CITY: Bravo; Danilo, Stones, Laporte  e Delph; Fernandinho, Gundogan  e David Silva (De Bruyne); Bernardo Silva, Sané (Walker) e Aguero. TécnicoPep Guardiola. 

Últimas notícias Ver mais notícias