Fisiculturista top 5 mundial nos EUA alerta sobre os perigos da "doença fitness"

Pedro Fonseca
do BOL, em São Paulo

  • DAN GALIC

    Renata Spallicci é uma profisisonal que fala sobre os perigos da "doença fitness"

    Renata Spallicci é uma profisisonal que fala sobre os perigos da "doença fitness"

Top 5 mundial nas três categorias que competiu no WBFF 2018, na Califórnia, EUA, (uma competição internacional que tem como foco o lado fashion e glamoroso do mundo fitness), a fisiculturista brasileira Renata Spallicci é uma profissional que fala sobre os perigos da "doença fitness".

Segundo ela, "uma doença é caracterizada como ausência de saúde. Toda busca pela 'boa forma' excessiva ou o corpo ideal que altere seu estado normal de saúde é considerada uma doença fitness".

Veja também:

Além de fisiculturista, ela é diretora-executiva da Apsen farmacêutica, escritora, palestrante, coach e lançou recentemente o "Finalmente Magro", programa de emagrecimento que promete uma mudança de estilo de vida e uma perda de peso de até 10 quilos em seis semanas.

Renata sempre foi apaixonada por musculação e com o tempo se tornou uma "viciada" na atividade. Porém, quando tomou consciência que havia fugido um pouco dos limites padrões aceitáveis, foi buscar uma formação para ser treinadora. Assim conseguiria entender o que estava acontecendo com ela e como poderia ajudar pessoas que estavam passando pela mesma situação. 

Ela explica que o ponto a não ser ultrapassado é o que deixa cada um feliz respeitando a saúde: "Como coach, digo que o primeiro passo é tomar consciência de que a busca pela boa forma tomou uma proporção exagerada. O importante é trabalhar a autoestima, aceitação e buscar o equilíbrio. É bacana ter metas e objetivos para melhorarmos sempre, e buscar um padrão físico melhor é um desafio, mas é importante vigiar para não se perder na busca de um padrão ilusório de beleza ou estética", conclui.

Para facilitar, ela fez uma lista para identificar quando se ultrapassa o limite entre saúde e estética:

1 - Não há mais preocupação com saúde, apenas com resultado físico;

2 - Existe uma obsessão ou uma busca estética incansável que nunca é suficiente;

3 - Existe uma distorção de autoimagem;

4 - Você deixa de viver momentos especiais com que ama para não fugir da dieta ou do treino;

5 - Sua vida gira em torno das preocupações estéticas.

Quer receber notícias de Esporte de graça por mensagem no seu Facebook? Clique AQUI e digite Esporte após acessar o Messenger. É muito simples! 

Últimas notícias Ver mais notícias