Jon Jones lembra quase finalização e reverencia Belfort: "Respeito"

Ag. Fight

  • Sean M. Haffey/Getty Images

    Jon Jones não luta desde julho do ano passado, quando venceu Daniel Cormier

    Jon Jones não luta desde julho do ano passado, quando venceu Daniel Cormier

Com 30 anos e 24 lutas no cartel, Jon Jones nunca perdeu uma luta fora a desclassificação contra Matt Hamill, em 2009. Mas foi por muito pouco. Em 2012, Vitor Belfort chegou muito perto de finalizar o então campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC com um armlock. E foi com a imagem daquele momento do UFC 152 que 'Bones' reverenciou o brasileiro em seu Instagram, na segunda-feira (14) (veja abaixo ou clique aqui).

A luta entre os dois ícones do MMA foi resultado de uma série de alterações de última hora. O UFC 151, que seria encabeçado por Jones e Dan Henderson, acabou cancelado por causa de uma lesão no joelho de 'Hendo'. Chael Sonnen tentou herdar a vaga, mas o então campeão negou o combate. Depois, a posição de desafiante foi oferecida, de última hora, a Lyoto Machida, que declinou o convite. Por fim, Belfort assumiu o posto.

Jones lembrou de sua luta contra o 'Fenômeno' e aplaudiu o brasileiro por sua história. "Aproveite a aposentadoria, irmão. Você merece. Obrigado pela grandiosa luta. Aprendi muito sobre mim mesmo naquela luta. Nada além de respeito por você, Vitor Belfort. P.S.: Sei que meu braço teria sido um belo troféu para você. Talvez podemos fazer isso de novo no futuro, em uma luta de jiu-jitsu beneficente, ou algo do tipo", propôs.

O americano não luta desde julho do ano passado, quando venceu Daniel Cormier por nocaute. No mês seguinte, a USADA (Agência Antidoping Americana) anunciou que Jones foi flagrado em um exame antidoping por uso de turinabol, um esteroide anabolizante.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Últimas notícias Ver mais notícias