Iniesta diz que Barça não deve enlouquecer se Neymar acertar com Real

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / LLUIS GENE

    Iniesta com Neymar em jogo do Barcelona em 2013: meia acha que possível ida para o Real deveria ser tratada com naturalidade entre catalães

    Iniesta com Neymar em jogo do Barcelona em 2013: meia acha que possível ida para o Real deveria ser tratada com naturalidade entre catalães

Prestes a se despedir do Barcelona em jogo no próximo domingo contra o Real Sociedad, o meio-campista Andrés Iniesta concedeu uma entrevista para a emissora "RAC1" na qual, entre outros assuntos, abordou sobre a possibilidade de Neymar jogar no Real Madrid, situação que para o jogador deveria ser tratada com naturalidade dentro do clube catalão.   

"Neymar é um dos jogadores mais importantes da atualidade e, se o Madrid o tiver, será um ponto a seu favor porque é um dos jogadores que mais desequilibra. Mas não creio que o Barcelona deva enlouquecer se essa situação realmente ocorrer", disse o meio-campista.

Neymar atuou no Barcelona de 2013 a 2017, quando aceitou uma proposta do PSG e mudou de clube na maior transferência da história do futebol: 222 milhões de euros. Porém, neste primeiro ano, o jogador lidou com problemas internos, o que gerou especulações da imprensa espanhola de que ele poderia voltar à Espanha, mas para jogar no Real Madrid.

A opinião de Iniesta é diferente da manifestada por Lionel Messi no começo desta semana, em entrevista à emissora argentina "TyC Sports". O jogador que herdará do camisa 8 o posto de jogador mais experiente do Barcelona declarou que um eventual acerto de Neymar com o Real seria um golpe ao clube, tanto no aspecto moral (ligação de Neymar com o clube catalão) quanto futebolístico.

"Seria terrível por tudo o que significa o Ney para o Barcelona. Da maneira como ele se foi daqui, ganhando títulos importantes, como a Champions, o Campeonato Espanhol. Se ele terminar no Real Madrid será um duro golpe para nós e para o Barcelonismo. E em nível futebolístico, fará com que o Madrid seja muito mais forte do que já é", disse Messi ao "TyC Sports".

Últimas notícias Ver mais notícias