Argentino Néstor Pitana será o árbitro da final da Copa do Mundo

Moscou, 12 jul (EFE).- O argentino Néstor Pitana foi anunciado nesta quinta-feira pela Fifa como o árbitro da final da Copa do Mundo, que será disputada no domingo por França e Croácia no estádio Luzhniki, em Moscou.

Pitana será auxiliado nas linhas pelos compatriotas Hernán Maidana e Juan Pablo Belatti. O quarto árbitro será Bjorn Kuipers, da Holanda, mesmo país de origem do assistente reserva, Erwin Zeinstra.

O trio argentino também trabalhou na partida de abertura da Copa, entre Rússia e Arábia Saudita. Ainda pela fase de grupos, os três foram os responsáveis pela arbitragem da partida entre México e Suécia. Nas oitavas de final, eles foram os árbitros do duelo entre Croácia e Dinamarca, e nas quartas trabalharam no jogo entre Uruguai e França.

Pitana, de 43 anos, também foi árbitro na Copa de 2014, nos duelos Rússia-Coreia do Sul, EUA-Portugal, Honduras-Suíça, pela fase de grupos, e França-Alemanha, pelas quartas de final. Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, trabalhou na partida entre Alemanha e Coreia do Sul, pela fase de grupos, e na semifinal entre Nigéria e Alemanha.

A Fifa também anunciou hoje o árbitro da partida deste sábado entre Bélgica e Inglaterra, em São Petersburgo, pelo terceiro lugar da Copa, que será o iraniano Alireza Faghani, auxiliado pelos compatriotas Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri. Os senegaleses Malang Diedhiou e Djibril Camara serão, respectivamente, o quarto árbitro e o assistente reserva.

Últimas notícias Ver mais notícias