Campeão olímpico é preso por espancar prostituta na Alemanha

ROMA, 10 AGO (ANSA) - Um dos mais renomados esportistas da Alemanha, o ex-ciclista Jan Ullrich, foi preso nesta sexta-feira (10) sob a acusação de ter espancado uma prostituta em um hotel de luxo na cidade de Frankfurt, no oeste do país.   


De acordo com o jornal "Bild", Ullrich estava sob efeito de álcool e drogas quando começou a agressão. A mulher correu gritando pelos corredores do hotel após ter conseguido escapar dos socos e chutes.   


O Ministério Público da Alemanha denunciou o ex-ciclista por tentativa de homicídio e manterá Ullrich detido até que inicie seu julgamento. No entanto, ele deverá ser liberado ao pagar multa e prestar serviços comunitários.   


Há uma semana, Ullrich, de 44 anos, envolveu-se em outra polêmica em Mallorca, na Espanha. Na ocasião, o alemão foi detido por invasão de propriedade e ameaças contra outras pessoas.   


O ex-ciclista, que chegou a ser campeão olímpico em 2000, passa por um momento delicado, segundo relatou a mídia alemã. Ullrich estaria com depressão em meio ao processo de separação da atual esposa e a impossibilidade de estar com os filhos.   


Na carreira, Ullrich entrou para a história em 1997, após ter se tornado o único alemão a ter vencido o Tour de France, a prova mais tradicional do ciclismo mundial. Além disso, conquistou uma medalha de ouro e outra de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, na Austrália.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Últimas notícias Ver mais notícias