Rihanna não fará show do Super Bowl em apoio a Kaepernick, afirma revista

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

    Cantora será substituída pela banda Maroon 5

    Cantora será substituída pela banda Maroon 5

A cantora Rihanna recusou o convite feito pela NFL para se apresentar no Super Bowl 53, em 3 de fevereiro. A partida que encerra a temporada 2018 da liga de futebol americano acontecerá no Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta.

Segundo a revista US Weekly, Rihanna não se apresentará no evento em solidariedade ao quarterback Colin Kaepernick, que defendeu o San Francisco 49rs entre 2011 e 2016 e que está sem time desde que ajoelhou em campo durante a execução do hino nacional do EUA para protestar por questões raciais no país. Outros atletas posteriormente repetiram o gesto.

"A NFL e a CBS (rede de TV que transmitirá o jogo em 2019) queriam muito que Rihanna fizesse o espetáculo do ano que vem em Atlanta", disse uma fonte mantida em anonimato pela revista. "Eles fizeram a oferta a ela, mas ela disse que não por causa da controvérsia da ajoelhada", completou.

No lugar de Rihanna, a final da NFL contará com a banda Maroon 5. Na última edição, o espetáculo do intervalo ficou com o cantor Justin Timberlake. A cantora ainda não se manifestou a respeito.

Últimas notícias Ver mais notícias