Despedida da categoria? Cejudo e Dillashaw vão disputar cinturão dos moscas, diz site

Ag. Fight

Henry Cejudo colocará o seu cinturão dos pesos-moscas (57 kg) do UFC à prova contra TJ Dillashaw, campeão dos galos (61 kg), no dia 26 de janeiro, na Califórnia (EUA) - pelo menos de acordo com o site da emissora americana 'ESPN', parceira do Ultimate a partir de 2019. O duelo poderá marcar a despedida da categoria masculina de menor peso, conforme alguns integrantes da divisão afirmam que vai acontecer.

A confirmação da luta entre os campeões foi primeiramente anunciada pelo canal 'Combate', que inicialmente revelou a intenção de dissolver a divisão. A 'ESPN', então, revelou a categoria de peso na qual deve ser realizado o duelo. O encerramento da categoria dos moscas, antes mera especulação, tornou-se um rumor mais forte a partir da saída do ex-campeão Demetrious Johnson para a liga asiática ONE, em troca da chegada de Ben Askren ao UFC.

Em seguida, alguns lutadores da divisão como Jose Torres, Jarred Brooks e Justin Scoggins anunciaram que foram dispensados pela organização, o que gerou críticas, inclusive, da parte de Conor McGregor, que atribuiu ao presidente do ONE a culpa pela dissolução da categoria.

Aos 31 anos, Henry Cejudo fez história ao destronar Demetrious Johnson em agosto deste ano, conquistar seu 13º triunfo em 15 lutas profissionais e se tornar o novo campeão dos moscas do UFC. A divisão nunca havia tido outro dono de cinturão, já que 'Mighty Mouse' ganhou o título inaugural da categoria, em 2012, defendido por ele em onze oportunidades, um recorde na organização.

Já Dillashaw, de 32 anos, conquistou pela segunda vez o cinturão dos galos após derrotar Cody Garbrandt, em novembro de 2017. O americano ainda deu uma oportunidade de revanche ao seu rival em agosto deste ano, mas novamente triunfou e manteve o título. Ao longo da carreira profissional no MMA, TJ somou 16 vitórias e apenas três reveses.

Últimas notícias Ver mais notícias