Indy diz que 'não há planos' de prova no Rio; Prefeitura fala em negociação

Emanuel Colombari
Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), anunciou que a Indy correria na cidade a partir de 2020. Só que não há acordo oficial para que a categoria volte à cidade.

Em sua conta no Twitter, Crivella publicou um vídeo na quarta-feira (7) para anunciar que os cariocas poderiam novamente acompanhar "de perto" uma etapa da principal categoria norte-americana de monopostos.

Leia também:

"Recebi hoje os organizadores da Fórmula Indy Americana. Os carros da Indy Rio 2020 vão percorrer trechos do Sambódromo e da Avenida Presidente Vargas. O público poderá acompanhar a prova de perto. A estimativa é que o evento gere 5 mil empregos provisórios", anunciou o prefeito.

Um dia depois, porém, o site da revista Racer publicou a informação de que não havia acordo entre Rio e Indy. Em matéria desta quinta-feira (8), uma fonte da Indy afirmou não haver planos para voltar ao Rio, onde esteve presente entre 1996 e 2000.

O UOL Esporte entrou em contato com o departamento de comunicação da Indy nos Estados Unidos, e obteve a mesma posição: "Nós agradecemos o interesse demonstrado pelo Governo local, mas, neste momento, não há planos de realizar um evento lá em 2020".

Negociações de andamento

Procurada pela reportagem, a Prefeitura do Rio de Janeiro confirmou a reunião da última quarta-feira. Nela estavam presentes, além de Crivella, Carlo Gancia (diretor da IndyCar), Gregory Castel (investidor), Willie Hermann (diretor da IndyCar América Latina), Peter Schultz Wenk, Leonardo Benzecry e Antônio Pinho (diretores da LBZ, empresa que trabalha com a promoção da prova no Brasil).

Segundo nota enviada pela Prefeitura, "foi apresentado ao prefeito o projeto de realização de uma corrida da Fórmula Indy no Rio em 2020". "O prefeito Marcelo Crivella assegurou na reunião o comprometimento da prefeitura em criar todas as condições operacionais, logísticas e legais para o Rio voltar a sediar uma etapa da competição. E reafirma o seu otimismo com a volta, 20 anos depois, da Indy à cidade".

Por fim, diz o comunicado: "segundo Leonardo Benzecry, os entendimentos estão em fase inicial, mas os representantes da Fórmula Indy no Brasil também demonstram otimismo com as chances de o Rio voltar a sediar o evento".

Uma fonte ligada à negociação disse ainda ao UOL Esporte que a negociação segue em curso, e que as partes envolvidas devem manter mais conversas "para confirmar de fato que a prova vai ocorrer".

A previsão é de que a ratificação da etapa da Indy no Rio de Janeiro seja ratificada em junho de 2019. Até lá, a tendência é que a categoria não se manifeste a respeito da corrida no Brasil.

Últimas notícias Ver mais notícias