UFC: Joseph Benavidez perdoa árbitro que colocou vitória em risco

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)
Ag. Fight

  • Marcus Desimoni/UOL

    Benavidez não se incomodou por ter que "nocautear duas vezes" no último UFC

    Benavidez não se incomodou por ter que "nocautear duas vezes" no último UFC

Joseph Benavidez se recuperou de derrota para Sergio Pettis em junho e reencontrou o caminho das vitórias na última sexta-feira (30) no TUF Finale 28, em Las Vegas (EUA). No entanto, mal sabia o americano antes do combate que, para sair vitorioso do octógono, ele teria que nocautear seu adversário Alex Perez duas vezes no mesmo round, devido a uma confusão por parte do árbitro responsável pelo confronto. E momentos após o ocorrido, Yves Lavigne foi devidamente perdoado pelo veterano durante conversa com a reportagem da Ag Fight.

Leia mais

Durante o assalto inicial, Joseph encaixou uma sequência de golpes em Alex que, sem esboçar reação, parecia nocauteado. E baseado na falta de combatividade do atleta, Yves Lavigne, árbitro do duelo, ameaçou interromper a disputa, o que fez com que Benavidez começasse a celebrar. No entanto, o juiz voltou atrás após perceber que o lutador voltou a se movimentar, e com isso o combate continuou.

Embora não tenha interrompido de fato na primeira abordagem, Yves encerrou a luta momentos depois, após Benavidez nocautear novamente seu rival ainda no primeiro round em posição bem semelhante à primeira. O americano brincou com a situação e perdoou o juiz do combate depois da disputa.

"É difícil, é questão de segundo, achei que tivesse acabado a luta, cheguei até a colocar minhas mãos para o alto, aí olhei para baixo e vi que ele ainda estava preso à minha perna. Claro , vou falar com o comissário para ver se consigo duas vitórias para o meu cartel ", brincou Benavidez, antes de se sensibilizar com o erro do árbitro.

"Não, eu o cumprimentei , apertei a mão dele, que bom que eu pude finalizar a luta logo depois, então só dei um tapinha nas costas dele e disse: 'Não esquenta'. Poderia ter sido diferente se a luta tivesse continuado por muito mais tempo. Mas ele só estava tentando fazer seu trabalho, todo mundo comete erros, e que bom que o erro não me afetou muito", completou o americano.

Com o triunfo em Las Vegas, Joseph conquistou a sétima vitória em seus últimos oito combates no UFC. O bom retrospecto no Ultimate se traduz na prática: Benavidez é um dos principais pesos-moscas (57 kg) em atividade e ocupa atualmente a terceira posição do ranking da categoria mais leve do MMA.

Últimas notícias Ver mais notícias