Fotógrafo diz que jornal fechou e acusa "voto fantasma" na Bola de Ouro

Do UOl, em São Paulo (SP)

  • Franck Fife/AFP

    Luka Modric conquistou pela priemira vez a Bola de Ouro

    Luka Modric conquistou pela priemira vez a Bola de Ouro

A France Football revelou, horas depois de dar a Bola de Ouro de 2018 para Luka Modric, os responsáveis pela eleição do croata como o melhor jogador do mundo. Nesta sexta-feira (7), menos de uma semana da premiação, duas pessoas contestaram parte da apuração. Houve acusação até de um voto "fantasma", de um jornalista e de um veículo que não existem mais.

Leia mais

O fotógrafo Toimimou Abdou acusou a revista francesa de receber uma votação de um jornal fechado há mais de meia década. 

"Surpreende-me ver que o diário Albalad Comores existe. Isso é o que sei e é a realidade: este jornal está fechado há quase seis anos. Neste veículo, nunca trabalhei com um repórter chamado Abdou Boina", escreveu.

Na lista divulgada pela France Football, Boina votou nesta ordem: Mbappé, Modric, Cristiano Ronaldo, Hazard e Salah. Até o momento, a publicação francesa não se pronunciou sobre o caso.

Além do jornal de Comores, a France Football encarou a acusação de Lasana Liburd, representante de Trinidad e Tobago na redação. Segundo o jornalista, a entidade modificou a ordem dos seus votos. 

Na revista, Liburd elegeu Griezmann como o melhor do mundo, com Salah, Cristiano Ronaldo, Modric e Messi fechando o top-5. 

Últimas notícias Ver mais notícias