Jovem tatua pênis de 40 cm nas costas de amigo e vai preso

do Virgula

  • Reprodução

    Tatuagem de pênis no bíceps. Imagina só ganhar uma dessas nas costas como pegadinha? (Imagem meramente ilustrativa)

    Tatuagem de pênis no bíceps. Imagina só ganhar uma dessas nas costas como pegadinha? (Imagem meramente ilustrativa)

Um australiano foi convencido por um amigo a fazer uma tatuagem nas costas. Depois de pensar bastante no desenho, Chester Ives, 25, decidiu pelo símbolo do Yin-Yang, mas recebeu a tatuagem de um pênis de 40 centímetros nas costas. O tatuador foi preso.

Ives visitava a casa do tatuador amador Matthew Brady, 21, em Ipswich, Austrália, na última quarta-feira, quando decidiu fazer a tatuagem. "Ele não estava interessado no início, mas aceitou tatuar um símbolo Yin-Yang com alguns dragões", disse o detetive policial Paul Malcolm. "Brady começou a fazer a tatuagem nas suas costas e outro rapaz estava assistindo a tudo e falando: 'Cara, está ficando muito bom!'", contou o policial.

Segundo informações do "Curier Mail", os dois haviam discutido dias antes, e o tatuador ofereceu a tatuagem ao "amigo" como pedido de desculpas.

Segundo Malcolm, o tatuador teria dito a Ives que não mostrasse a tatuagem a ninguém por algumas semanas. Quando chegou em casa, Ives mostrou a tatuagem para a garota com que vive, que teria dito "Acho que não é exatamente o desenho que você queria". Além do pênis de 40 centímetros, a frase "Eu sou gay" foi escrita nas costas do rapaz, possivelmente com erros de ortografia.

Agora Ives terá que passar por nove meses de tratamento para remover o desenho. As sessões de remoção são feitas com raios laser, um processo doloroso. Além de custar entre 600 e 2.000 dólares australianos (R$995 a R$ 3.310).

Brady ainda vai responder a processo por agressão, uma vez que, depois de fazer a tatuagem, teria expulsado Ives de sua casa debaixo de socos.

A imagem mostrada ao lado é de uma tatuagem no bíceps. Aqui, ela serve apenas para ilustrar, e não é a tatuagem a que se refere a matéria.

Últimas notícias Ver mais notícias