Homem desfigurado abraçado pelo papa diz que "se sentiu no paraíso"

Do UOL, em São Paulo

  • Claudio Peri/Efe

    O papa Francisco interrompeu uma audiência geral no Vaticano para abraçar Vinicio Riva

    O papa Francisco interrompeu uma audiência geral no Vaticano para abraçar Vinicio Riva

O homem desfigurado que recebeu um abraço do papa Francisco durante uma audiência geral no último dia 6 de novembro, no Vaticano, afirmou que o momento "não durou mais do que um minuto, mas pareceu uma eternidade".

Em entrevista à revista italiana "Panorama", Vinicio Riva, 53, disse que "se sentiu no paraíso" ao abraçar o papa.

Riva sobre de neurofibromatose tipo 1, uma rara doença genética que causa o aparecimento de tumores benignos na pele e em outras partes do corpo.

O italiano contou que sempre viveu à margem da sociedade em Vicenza, no norte da Itália. Sua mãe e irmãs mais novas também sofrem da doença.

Pontificado de Francisco
Pontificado de Francisco

Riva foi à Roma com uma tia e disse ter ficado em choque quando o papa Francisco beijou sua mão e o puxou para perto dele.

"O que me deixou mais impressionado foi que o papa não pensou duas vezes antes de me abraçar", afirmou. "Não sou contagioso, mas ele não sabia. Ela só me abraçou, acariciou meu rosto e, enquanto ele fazia isso, eu sentia apenas amor."

O italiano tentou falar com o papa, mas não consegui. "Minha emoção era forte demais", disse.

Depois do encontro com Francisco, Riva se virou para sua tia e disse "aqui eu deixo toda minha dor."

Últimas notícias Ver mais notícias