Menina com hidrocefalia volta a ser operada na Índia

NOVA DELHI, 29 Nov 2013 (AFP) - A menina indiana que sofre de uma rara doença que quase dobrou o tamanho da sua cabeça e que gerou um movimento de generosidade por causa de sua situação de saúde, voltou a ser operada nesta sexta-feira, declarou um neurocirurgião.

Roona Begum, de dois anos, já tinha sido operada várias vezes em maio e junho para drenar o líquido que tinha inchado sua cabeça, permitindo reduzindo o tamanho do seu crânio.

A menina teve que voltar em novembro a um hospital cerca de Nova Délhi para uma nova cirurgia destinada a tirar alguns ossos do crânio, que depois serão implantados novamente, para diminuir o peso de sua cabeça.

"Nós tentamos reduzir o tamanho e o peso da sua cabeça para fortalecer os músculos do seu pescoço", explicou esta sexta-feira à AFP o neurocirurgião Sandeep Vaishya, depois de uma última operação no Fortis Memorial Research Institute.

Roona Begum nasceu com uma grave anomalia neurológica que se manifestou no aumento do volume dos espaços que contêm o líquido cefalorraquidiano e que provoca uma pressão no cérebro.

A circunferência de sua cabeça chegou a medir 94 centímetros, ou seja, quase duas vezes o normal para uma menina de sua idade, razão pela qual não podia se manter erguida nem deslocar-se engatinhando.

As operações que fez na primavera permitiram reduzir a circunferência de seu crânio a 58 cm.

As fotos da menina tiradas por um fotógrafo da AFP no começo de abril em uma remota região do nordeste da Índia, estado de Tripura, emocionaram leitores e internautas no exteriores. Alguns deles lançaram uma campanha para arrecadar fundos destinados a financiar sua operação.
Últimas notícias Ver mais notícias