Vargas Llosa diz que Venezuela está em queda livre

CARACAS, 20 ABR (ANSA) - O escritor peruano prêmio Nobel de Literatura Mario Vargas Llosa disse que a Venezuela é um país que "está em queda livre".   

Ele ainda advertiu que "a única maneira" de superar a crise econômica e política a qual atravessa o país é o presidente Nicolás Maduro "alterar" as políticas que, de acordo com o autor, conduzem "irremediavelmente ao fracasso e à violência".   

"Creio que, em curto prazo, a única saída possível é uma alteração e correção da política que é tão absolutamente anti-moderna, anacrônica, com um intervencionismo feroz do Estado na vida econômica", disse Llosa, em entrevista ao jornal "El Nacional".   

Ele concluiu que a Venezuela "deixou de ser uma democracia, o regime foi se endurecendo cada vez mais e reduziu o espaço que permitia a oposição que se manifestasse, sobretudo através dos meios audiovisuais e da imprensa". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Últimas notícias Ver mais notícias