'Apocalipse' de raios no Chile vence prêmio de fotografia

Animais e 'apocalipse'

Uma bela imagem em preto e branco de leoas cochilando em um rochedo no Serengeti, na África, venceu o prêmio geral e a categoria preto e branco do Wildlife Photographer of the Year, em sua edição de 2014.

A imagem foi feita pelo americano Michael "Nick" Nichols. Ele seguiu o grupo de felinos durante seis meses para conseguir fazer a foto.

Segundo uma das juradas do concurso, Magdalena Herrera, a composição de Nichols tem todos os elementos de uma foto perfeita.

"Fala a respeito do comportamento, das técnicas fotográficas de hoje e mostra a relação do animal com o ambiente", disse ela à BBC.

Na categoria ambientes da Terra, o vencedor foi o chileno Francisco Negroni. Ele capturou a imagem que batizou de "Apocalipse", no Parque Nacional Puyehue, no sul do Chile.

Ele foi para a região logo depois do início da erupção no complexo vulcânico Puyehue-Cordón, esperando um show de luzes.

Mas, acabou flagrando um fenômeno raro, uma tempestade de raios em meio à erupção vulcânica, provavelmente causada pelas descargas de eletricidade estática resultantes do choque entre fragmentos de rocha quente, cinza e vapor expelido pelo vulcão.

Também estão entre os vencedores e finalistas imagens de animais como um escorpião, beija-flor, raposa, entre outros.

As fotos serão exibidas a partir desta sexta-feira no Museu de História Natural de Londres e, depois, a exposição deve ir para outras cidades do mundo.

Últimas notícias Ver mais notícias