Primeiro-ministro islandês descarta renunciar por revelações do 'Panama Papers'

Em Paris

  • Amr Abdallah Dalsh/Reuters - 16.jul.2014

    Homem lê Alcorão em mesquita

    Homem lê Alcorão em mesquita

Reykjavik, 4 Abr 2016 (AFP) - O primeiro-ministro islandês Sigmundur David Gunnlaugsson descartou nesta segunda-feira renunciar ao cargo pelas revelações dos chamados "Panama Papers", que afirmam que ele teve uma empresa em um paraíso fiscal.

"Não penso em me demitir por isso e não me demitirei", afirmou o chefe de Governo ao canal Stöd 2.

A oposição do país que sua demissão por ele ter criado, junto com a esposa, uma empresa registrada nas Ilhas Virgens britânicas.
Últimas notícias Ver mais notícias