Cão farejador que salvou "milhares" morre na Inglaterra e é homenageado

Do UOL, em São Paulo

  • RAF/Reprodução

    Buster e suas medalhas

    Buster e suas medalhas

O cão farejador Buster, que foi honrado com medalhas por ter salvo milhares de pessoas em países como o Afeganistão e o Iraque, morreu nesta sexta-feira (17) na Inglaterra.

Buster, da raça Springer Spaniel, tinha 13 anos e curtia a aposentadoria ao lado de seu cuidador, o sargento Will Barrow, na região de Lincolnshire. Ele era Cão Farejador de Armas e Explosivos da Força Aérea Real (RAF) britânica. 

"Buster completou cinco rodadas de serviço no Afeganistão, na Bósnia e no Iraque, e é por seus esforços excepcionais nesses duros ambientes que ele será lembrado. Por ter salvo inúmeras vidas ao buscar explosivos que ele recebeu a honra de ser nosso mascote oficial vitalício", afirmou a RAF em seu site.

A história de Buster ao lado de Barrow acabou se tornando um livro.

A RAF anunciou que prestará homenagem ao companheiro e a outros cachorros que serviram à força em um evento próximo. 

Últimas notícias Ver mais notícias