Ligadas pelo cérebro, gêmeas siamesas vão compartilhar sensações por toda a vida

Do BOL, em São Paulo

  • Reprodução/Daily Mail

    19.ago.2015 - Segundo os médicos, Tatiana e Krista Hogan nunca poderão fazer uma cirurgia de separação; as duas compartilham pensamentos

    19.ago.2015 - Segundo os médicos, Tatiana e Krista Hogan nunca poderão fazer uma cirurgia de separação; as duas compartilham pensamentos

Duas irmãs gêmeas siamesas, de sete anos, nasceram ligadas pelo cérebro. Segundo os médicos, Tatiana e Krista Hogan nunca poderão fazer uma cirurgia de separação. Dessa forma, as duas vão compartilhar a visão, o paladar e os pensamentos para o resto da vida. As informações são do Daily Mail.

De acordo com a publicação, as duas têm uma ponte natural entre os tálamos, que regula a consciência com sinais sensoriais e motores ao mesmo tempo.

O pedaço que junta os dois cérebros, segundo os médicos, é capaz de fazer as duas assistirem TV juntas mesmo que uma delas esteja com os olhos fechados, por exemplo. Elas também podem controlar as mãos e as pernas uma da outra.

A mãe de Tatiana e Krista, Felicia Hogan, afirmou ao Daily Mail que nunca pensou em abortar, mesmo após ser alertada pelo ginecologista.

"É difícil, mas eu não mudaria nunca. Eu faria milhões de vezes se eu pudesse. Na minha próxima vida se eu pudesse ter essa vida eu escolheria ela", disse Felicia.

Ao jornal britânico, o neurocirurgião que cuida do caso das irmãs, Douglas Cochrane, disse que as duas ainda o surpreendem. "Fico surpreso como elas são as mesmas, mas como são diferentes, como elas estão lidando com um erro da natureza para viverem vidas saudáveis".

Últimas notícias Ver mais notícias