'Guardiões' barram candidatura de Ahmadinejad no Irã

TEERÃ, 20 ABR (ANSA) - O ex-presidente do Irã Mahmoud Ahmadinejad foi excluído da lista de candidatos à sucessão de Hassan Rohani pelo Conselho dos Guardiões, colegiado que tem metade de seus membros escolhidos pelo aiatolá Ali Khamenei e cujo papel é definir quem pode disputar a Presidência.   

Anunciada no último dia 12 de abril, a candidatura do conservador Ahmadinejad, uma figura profundamente polarizadora na sociedade iraniana, havia sido recebida com bastante surpresa no país, já que o próprio Khamenei pedira para o ex-presidente não entrar na corrida eleitoral.   

Ahmadinejad governou o Irã entre 2005 e 2013, período durante o qual adotou uma retórica agressiva contra Israel e os Estados Unidos, colocou em dúvida a existência do Holocausto e expandiu o programa nuclear da nação persa. Ao fim de seu duplo mandato, foi substituído pelo moderado Rohani, que tentará se reeleger no pleito marcado para 19 de maio. Além dele, a lista aprovada pelo Conselho dos Guardiões inclui o prefeito da capital Teerã, Mohammad Baquer Qalibaf; o ex-vice-presidente Mostafa Mirsalim; o ex-ministro da Cultura Mostafa Hashemi-Taba; o vice-presidente Eshaq Jahangiri; e o clérigo Seyyed Ebrahim Raisi. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Últimas notícias Ver mais notícias