Corpos de 7 desaparecidos em colisão de destróier americano são encontrados

  • Eugene Hoshiko/AP

    Após colisão, embarcação foi conduzida ao porto da base naval de Yokosuka, no Japão

    Após colisão, embarcação foi conduzida ao porto da base naval de Yokosuka, no Japão

Os corpos dos sete soldados dos Estados Unidos desaparecidos após colisão do destróier USS Fitzgerald e um cargueiro filipino foram encontrados neste domingo, segundo informou a Sétima Frota americana posicionada na base japonesa de Yokosuka.

"Os corpos estavam nos compartimentos de atracamento inundados após a colisão da véspera e foram localizados à medida que as equipes de resgate foram tendo acesso aos espaços que ficaram danificados", informou a Marinha dos EUA em comunicado.

Os corpos dos marinheiros estão sendo levados ao Hospital Naval de Yokosuka, situado a sudoeste de Tóquio, para ser feita a sua identificação, após o que será divulgada a identidade dos falecidos, detalhou o texto.

O USS Fitzgerald e o cargueiro filipino ACX Crystal se chocaram por volta das 2h30 (horário local do sábado, 14h30 de sexta-feira em Brasília) em águas japonesas deixando sete marinheiros americanos mortos e três feridos, entre eles o comandante do destróier, Bryce Benson.

Nenhum dos 20 tripulantes do cargueiro, operado pela japonesa Nippon Yusen K.K., ficaram feridos, informou a companhia.

Ambas as embarcações sofreram danos consideráveis e tiveram que ser socorridas pela Guarda Costeira de Japão.
 

Últimas notícias Ver mais notícias