Morrem 25 jihadistas e 6 soldados do governo em operação militar na Síria

Cairo, 13 ago (EFE).- Pelo menos 25 jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) e seis soldados do governo sírio morreram em uma operação de comandos do exército no triângulo compreendido entre as províncias de Raqqa, Homs e Deir ez-Zor, no centro da Síria, informou neste domingo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

As forças governamentais, apoiadas pela cobertura aérea russa, iniciaram ontem à noite uma operação contra os extremistas na zona central de Uahid al Kum, na qual pelo menos 25 jihadistas do EI morreram.

Após bombardeios intensos e enfrentamentos, seis membros das forças do regime e de milicianos leais ao governo também perderam a vida, indicou a ONG.

Nessa operação, as forças governamentais conseguiram avançar dentro da província central de Homs e continuou cercando as áreas quiloméricas que o EI ainda controla em Homs e Hama.

O Observatório registrou que pelo menos 264 efetivos governamentais morreram desde o último dia 17 de julho até hoje, enquanto o número de mortos nas fileiras dos jihadistas chegou a pelo menos 321, ambos no deserto sírio situado no leste de Homs.

Últimas notícias Ver mais notícias