Furacão Bud sobe para categoria 4 e afeta vários estados do México

Da EFE, no México

  • NOAA-NASA/AFP

    Imagem de satélite mostra a atividade de furacões no pacífico norte, a oeste do México. O furacão Bud se fortaleceu na segunda-feira em uma tempestade de categoria três no Pacífico, na costa mexicana

    Imagem de satélite mostra a atividade de furacões no pacífico norte, a oeste do México. O furacão Bud se fortaleceu na segunda-feira em uma tempestade de categoria três no Pacífico, na costa mexicana

O furacão Bud se fortaleceu na noite de ontem e alcançou a categoria 4 na escala Saffir-Simpson, enquanto continua deixando chuvas de intensas em vários estados do México, informou nesta terça-feira o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

Leia também:

O SMN estabeleceu uma zona de vigilância desde Manzanillo, estado de Colima, até Cabo Corrientes, Jalisco, no ocidente do país.

O furacão desenvolve ventos sustentados de 215 quilômetros por hora e sequências de 260 quilômetros por hora enquanto avança sobre águas do Oceano Pacífico.

Pelas intensas chuvas e ventos, o SMN recomendou à população em geral e aos navegadores precauções e que atendam às recomendações emitidas pelo Sistema Nacional de Proteção Civil.

De acordo com o previsão, Bud se aproximará durante a tarde de Cabo Corrientes, Jalisco, mas como furacão categoria 3 com ventos sustentados de 195 quilômetros por hora e sequências de 240 km/h.

Últimas notícias Ver mais notícias