Califórnia votará em novembro proposta para dividi-la em 3 estados

Los Angeles (EUA), 13 jun (EFE).- Uma proposta para dividir a Califórnia em três estados obteve nesta terça-feira o apoio necessário para ser votada nas eleições legislativas de 6 de novembro nos Estados Unidos.

A iniciativa, apresentada pelo empresário e investidor do Vale do Silício Tim Draper recebeu 402.468 assinaturas válidas, superando o número requerido pela lei estadual para constar em um pleito.

Draper defende que a divisão da Califórnia em três estados permitiria às comunidades locais ter melhores decisões para os seus cidadãos quanto ao sistema de ensino, o pagamento de menos impostos e melhorias em infraestruturas, entre outros fatores.

"O governo da Califórnia está falhando com os seus cidadãos de formas cruciais", disse a porta-voz da campanha pró-divisão, Peggy Grande.

"A realidade é que, em boa parte do estado, é difícil para os cidadãos ter sucesso. Os californianos merecem um futuro melhor", acrescentou.

O objetivo da iniciativa é dividir a Califórnia em Estados menores e mais fáceis de serem administrados, ao estilo de Carolina do Norte e Carolina do Sul, ou Dakota do Norte e Dakota do Sul. Caso ela prospere, provocará a primeira cisão de um estado nos EUA desde a criação da Virgínia Ocidental, em 1863.

No entanto, os críticos da proposta alegam que a aplicação dela custaria milhões de dólares em impostos à Califórnia e aumentaria a burocracia.

Caso os eleitores aprovem a divisão, o governador da Califórnia encaminharia a proposta ao Congresso do próprio estado, primeiro, e depois teria que ser ratificada pelo Congresso federal, em Washington.

Nos últimos meses, a Califórnia viu iniciativas semelhantes, como uma promovida em janeiro por um grupo de ativistas conservadores que fizeram uma declaração simbólica de independência ao fundar a chamada "Nova Califórnia".

Os partidários daquela iniciativa alegavam que os atuais e últimos governadores da Califórnia não cumpriram com os seus deveres e obrigações com o povo do estado. Além disso, afirmavam que as ações do governador em exercício, o democrata Jerry Brown, e de sua equipe pretendem estabelecer "uma tirania" através de "repetidas injúrias e usurpações".

Houve ainda a iniciativa "Calexit", que fez campanha nos últimos anos para que a Califórnia se separasse dos Estados Unidos e se tornasse um país.

Últimas notícias Ver mais notícias