Haiti suspende operações da ONG Oxfam por escândalos sexuais

Porto Príncipe, 13 jun (EFE).- O governo do Haiti anunciou nesta quarta-feira a suspensão definitiva da permissão para operar no país da organização britânica Oxfam, envolvida em um escândalo depois que vieram à tona denúncias de que diretores e voluntários desta ONG contrataram prostitutas no país após o terremoto de 2010.

A decisão foi adotada quase quatro meses depois que o Ministério do Planejamento e de Cooperação Externa suspendeu provisoriamente as atividades da Oxfam no país para investigar o ocorrido.

Últimas notícias Ver mais notícias