Polícia isralense detém oito pessoas após explosão em campo de refugiados

Jerusalém, 14 jun (EFE).- A polícia israelense deteve oito pessoas após a explosão de uma bomba no campo de refugiados de Shuafat (Jerusalém Leste).

"Ontem, durante a noite, houve uma explosão na zona de Shuafat", indicou à Agência Efe o porta-voz da polícia Micky Rosenfeld.

"Uma pessoa ficou gravemente ferida e foi levada ao hospital", acrescentou a fonte sem identificar o ferido e nem o grupo de detidos.

"A investigação policial continua, depois que os legistas recolheram informações e provas que indicam que a explosão foi causada por uma bomba", explicou Rosenfeld.

O grupo foi detido depois da explosão, suspeito de envolvimento na preparação da bomba. A polícia ainda não determinou se o artefato foi preparado com a intenção de cometer um atentado.

O campo de refugiados de Shuafat é um das zonas mais conflituosas de Jerusalém Leste e a polícia estima que centenas de residentes têm armas de fogo em casa.

Últimas notícias Ver mais notícias