Toronto entra em estado de alerta após "risco potencial para segurança"

Toronto, 12 jul (EFE).- A polícia de Toronto, no Canadá, aumentou nesta quinta-feira o número de agentes patrulhando o centro da cidade devido a um "potencial risco para a segurança pública", mas não quis revelar a natureza da ameaça.

Vários agentes a pé e em veículos podem ser vistos nos arredores da CN Tower e do estádio Rogers Centre, duas das maiores atrações turísticas de Toronto, a maior cidade do país.

A CN Tower, uma das estruturas mais altas do mundo e que recebe milhares de turistas todos os dias, segue aberta ao público e o Rogers Centre mantém em sua agenda a apresentação da banda americana Foo Fighters prevista para hoje.

O superintendente interino da polícia de Toronto, Michael Barsky, disse durante uma entrevista coletiva que não poderia oferecer mais detalhes sobre o risco potencial que Toronto enfrenta.

"Estamos respondendo a uma peça de informação não confirmada nem corroborada relacionada com o GTA (Greater Toronto Area, a área metropolitana que engloba Toronto e outros municípios adjacentes e que tem uma população de aproximadamente de 7 milhões de pessoas)", disse a polícia no Twitter.

"Como resultado dessa informação, haverá um número crescente de agentes de polícia em toda a cidade e, especialmente, no centro", acrescentaram as forças de segurança no tweet.

A polícia da região de York, situada no norte de Toronto, também anunciou hoje que aumentou o número de agentes nas ruas da cidade e solicitou à população que relate qualquer atividade que considerem suspeita.

Últimas notícias Ver mais notícias