"Podia ter morrido", diz menina empurrada de ponte a 18 metros de altura

Do BOL, em São Paulo

  • Reprodução/KPTV

    Jordan Holgerson, 16, que foi empurrada de ponte com 18 metros de altura, falou com jornalistas

    Jordan Holgerson, 16, que foi empurrada de ponte com 18 metros de altura, falou com jornalistas

Empurrada de uma ponte de 18 metros de altura em Moulton Falls, em Washington, Jordan Holgerson conversou com a imprensa pela primeira vez nesta quinta-feira (9), dois dias após o ocorrido. "Podia ter morrido, facilmente", desabafou na entrevista coletiva. "Estou feliz por estar bem."

Em um encontro com a imprensa no hospital PeaceHealth Southwest, Jordan Holgerson, 16, disse que está com muita dor -- ela quebrou cinco costelas, perfurou o pulmão e ficou com bolhas de ar no peito. Por causa disso, ela não poderá praticar esportes nem viajar de avião por três meses.

Leia também:

Ela contou aos jornalistas que, durante a queda, sua mente sofreu um apagão, mas que tentou "cair em pé". A tentativa não deu certo, e ela acabou mergulhando de mau jeito, com os braços e as pernas em movimento. Quando atingiu a água, sofreu para respirar. "Não conseguia respirar. Era tudo que eu conseguia pensar." Assista ao momento abaixo.

A menina assistiu ao vídeo de sua queda e o classificou como "chocante e assustador". Ao ser questionada sobre a pessoa que a empurrou, uma mulher ao lado da garota recomenda: "Diga: 'Sem comentários'". Jordan disse que não pode comentar sobre o assunto. Nenhuma pergunta relacionada ao responsável por sua queda foi respondida.

Outra voz a impediu de comentar se ela pensava em pular quando chegou no local, mas a jovem contou que já tinha nadado naquele lago e visto outras pessoas pulando da ponte, mas que nada ruim havia acontecido até então. Por isso, Jordan mandou um alerta para pessoas que estejam pensando em fazer algo parecido: "Tenha certeza de que sabe o que está fazendo. Terá consequências". No local, há uma placa para que os visitantes não pulem da ponte -- além da altura, há pedras no fundo do rio. 

Apesar disso, ela disse não ter ficado com trauma de água e que ainda pretende se divertir. Jordan agradeceu todo o apoio que tem recebido na internet e fora dela, mas não gosta da atenção da mídia (disse ter mais de 5 mil novos seguidores no Instagram) e de todas as notificações que tem recebido em seu telefone. 

Entenda o caso

Na última terça-feira (7), Jordan Holgerson, 16, e alguns amigos foram a Moulton Falls, em Washington. Quando estava na beira da ponte de 18 metros de altura, a jovem pensou em desistir da ideia, mas foi empurrada e caiu de mau jeito na água, quebrando cinco costelas, perfurando o pulmão e tendo uma bolha de ar no peito. 

Facebook/Jordan Holgerson/YouTube/Ashley Mahree
Empurrada de uma ponte de 18 metros, Jordan Holgerson, 16, quebrou cinco costelas

"Minha filha vai ter um longo caminho para a recuperação e eu acho que quem a empurrou deveria se entregar. Isso não está certo. Ela poderia ter matado minha filha", disse a mãe da garota, Genelle Holgerson, em entrevista ao jornal local Katu.

A garota foi resgatada pelo corpo de bombeiros e levada ao Centro Médico Southwest PeaceHealth, em Vancouver, cidade localizada no estado americano de Washington.

Em entrevista ao jornal local Koin, a irmã da vítima, Kaytlin, disse que espera que o vídeo seja uma lição para as pessoas ficarem longe da ponte e que não façam saltos. 

Reprodução/The Sun
Jordan Holgerson quebrou cinco costelas, perfurou o pulmão e ficou com bolhas de ar no peito

Quer receber notícias de graça por mensagem no seu Facebook? Clique AQUI e digite Notícias após acessar o Messenger. É muito simples!

Últimas notícias Ver mais notícias