ONU: continua chegando informação de mortes por desnutrição na Venezuela

Genebra, 10 set (EFE).- A alta comissária da ONU para os direitos humanos, Michelle Bachelet, disse nesta segunda-feira que continua recebendo desde junho passado informações sobre casos de mortes relacionadas com desnutrição e doenças que podem ser evitadas na Venezuela.

Em seu primeiro discurso no Conselho de Direitos Humanos da ONU, a nova alta comissária disse que no mesmo período continuaram as denúncias de detenções arbitrárias, maus-tratos e restrições à liberdade de expressão nesse país.

"O governo não mostrou abertura para uma prestação de contas genuína", declarou Bachelet.

Últimas notícias Ver mais notícias