Nova York homenageia vítimas em 17° aniversário de ataques de 11 de setembro

Da EFE, em Nova York

  • Brendan McDermid/Reuters

    11.set.2018 - Público presta homenagens no memorial às vítimas dos ataques terroristas em Nova York

    11.set.2018 - Público presta homenagens no memorial às vítimas dos ataques terroristas em Nova York

Milhares de pessoas se reuniram nesta terça-feira nas imediações de onde ficava localizado o World Trade Center para prestar homenagem às vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2011, no 17° da tragédia.

A cidade lembrou a data com uma emotiva cerimônia na qual parentes dos mortos leram os nomes de quase 3 mil pessoas que perderam a vida nos ataques daquele dia.

Veja mais:


Pouco antes do início do ato, às 8h46 local (9h46, em Brasília) , os presentes guardaram um primeiro minuto de silêncio para lembrar o momento exato no qual o primeiro avião atingiu as Torres Gêmeas.

No total, estavam previstas seis pausas ao longo do ato para marcar também o choque do segundo avião no World Trade Center, o que bateu no Pentágono, o que caiu na Pensilvânia e o desabamento das duas torres de Nova York.

Junto às famílias, várias autoridades estavam presentes na cerimônia, incluídos o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, e o governador do estado, Andrew Cuomo.

Além disso, estavam presentes outros ex-prefeitos da cidade como Rudy Giuliani e Michael Bloomberg, e a embaixadora dos Estados Unidos perante a ONU, Nikki Haley, muito emocionada.

A cidade, envolvida em um denso nevoeiro, mantinha hoje as bandeiras a meio mastro e muitas igrejas badalaram os sinos durante os momentos de silêncio fixados em lembrança aos ataques.

Últimas notícias Ver mais notícias