EUA enviará 5 mil militares para fronteira sul, diz jornal

WASHINGTON, 29 OUT (ANSA) - O Exército dos Estados Unidos está se preparando para enviar pelo menos 5 mil militares para a fronteira com o México na tentativa de conter a caravana de imigrantes da América Central, informou nesta segunda-feira (29) o jornal "The Wall Street Journal", citando funcionários do governo.   

O número é muito superior aos 800 soldados inicialmente previstos e equivaleria a um terço dos agentes de fronteira que operam na área, explicou a publicação.   

Caso o número seja confirmado, as forças norte-americanas na fronteira com o México para fazer frente aos 7 mil imigrantes, a maioria deles procedentes de Honduras, serão mais numerosas do que as atualmente na Síria e no Iraque e metade das pessoas presentes no Afeganistão. Ainda de acordo com o jornal norte-americanos, as tropas devem ser posicionadas nos pontos de entrada da fronteira, pelo menos nesta fase inicial da missão convocada pelo Pentágono.   

Com base nos planos mais recentes, 1.800 soldados irão para o Texas, 1.700 para o Arizona e 1.500 para a Califórnia.   

Hoje cedo, o presidente Donald Trump afirmou que as forças armadas aguardam a chegada da caravana. "Isso é uma invasão de nosso país e nossas Forças Armadas estão esperando!", escreveu no Twitter. O republicano ainda insistiu que "muitos criminosos e algumas pessoas muito más" estão entre os imigrantes. "Por favor, deem meia-volta, não serão admitidos nos EUA a menos que sigam o processo legal", finalizou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Últimas notícias Ver mais notícias