Passageiro costura roupas no casaco para evitar taxas de bagagem de companhia aérea

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução de vídeo

    O britânico Lee Cimino viajou com as roupas costuradas em seu casaco

    O britânico Lee Cimino viajou com as roupas costuradas em seu casaco

As taxas de bagagem da Ryanair eram muito altas para um homem experiente.

Com as companhias aéreas cobrando taxas cada vez mais altas para transportar bagagens, um passageiro teve uma ideia para poder viajar sem pagar um centavo a mais.

O britânico Lee Cimino, morador de Staffordshire, na Inglaterra, iria voar com a Ryanair, uma das companhias aéreas de baixo custo mais conhecidas da Europa e também famosa por cobrar taxas extras mais altas do que o normal para o transporte de malas.

Pelas normas da companhia, o passageiro só pode viajar, sem pagar taxa extra, com uma pequena mala (35cm x 20cm x 20cm). Praticamente, só é possível pegar o voo com uma mochila ou bolsa. Qualquer outra peça de bagagem está sujeita a cobrança.

Ou seja, é quase impossível viajar com uma bagagem com roupas, sem pagar nada a mais por isso.

Mas Cimino queria ir para Belfast, na Irlanda do Norte, comemorar seu aniversário e bolou uma maneira de viajar sem pagar a taxa. Ele embarcou com um casaco velho todo costurado com suas roupas. E filmou para provar que o truque daria certo.

No início, Cimino não tinha muita certeza se seu plano daria certo. Mas, no final, ele chega a Belfast com seu casaco-mala e sem pagar mais nada por isso.

"Não quebrei nenhuma regra ao tentar levar minha bagagem em minhas roupas. Todas as coisas cabiam confortavelmente no casaco. E eu até o vesti em Belfast até chegar ao hotel", disse Cimino ao jornal "The Sun".

"Foi muito confortável e perceptível. Ninguém falou nada quando eu entrei no avião. Passar pela segurança do aeroporto também não foi difícil, eu apenas tirei e coloquei na bandeja", completou.

Últimas notícias Ver mais notícias