Israelenses acusam libaneses de se recusar a dividir ônibus para abertura

Do UOL, em São Paulo

  • KAI PFAFFENBACH/REUTERS

    Delegação israelense foi impedida de entrar em ônibus por atletas libaneses

    Delegação israelense foi impedida de entrar em ônibus por atletas libaneses

Integrantes da delegação de Israel que estão no Brasil para a disputa da Rio-2016 acusaram membros do Líbano de se recusarem a dividir ônibus com eles horas antes da cerimônia de abertura dos Jogos, na última sexta-feira (05).

Segundo relatos de Udi Gal, treinador da equipe de vela de Israel, para o jornal "Haaretz", os libaneses que estavam em um ônibus teriam pedido ao motorista que fechasse a porta e fosse embora quando ficaram sabendo que precisariam dividir o veículo com os israelenses.

A partir daí, ainda segundo relatos do treinador, membros da organização começaram a trabalhar para dividir os israelenses nos outros ônibus que iriam para o Maracanã.

"Algo deste tipo é inaceitável por razões de segurança e representação. Nós insistimos que o ônibus era destinado a nós, e que se os libaneses se recusassem a dividir conosco, eles deveriam desembarcar", reclamou Gal em uma postagem em uma rede social.

Após o motorista do ônibus aceitar a argumentação e abrir a porta do ônibus, o líder da equipe libanesa teria se posicionado em frente à porta do veículo e impedido a entrada dos atletas israelenses. Então, a solução encontrada foi disponibilizar um novo ônibus para que os atletas fossem ao Maracanã.

"Como eles podem deixar algo deste tipo acontecer na véspera da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos? Isso não é contrário ao que os Jogos pregam? Estou chocado com este incidente", escreveu Gal. 

Últimas notícias Ver mais notícias