Verily, da Alphabet, lança estudo com objetivo de prevenir doenças

(Reuters) - A Verily, empresa da Alphabet especializada em ciências da vida, disse que vai iniciar um estudo com cerca de 10 mil participantes para entender como pessoas saudáveis ficam doentes e identificar fatores de risco adicionais de doenças.

Em parceria com os cursos de medicina das universidades Duke e Stanford, nos Estados Unidos, a Verily vai selecionar nos próximos meses participantes com históricos variados e que vivem na Califórnia e Carolina do Norte.

O estudo é uma iniciativa da Project Baseline e vai coletar dados e amostras biológicas como sangue e saliva. As localidades coletarão dados dos participantes através de repetidas visitas médicas, de um relógio de pulso que monitora os batimentos cardíacos e sinais vitais, além das participações em pesquisas.

"O estudo da Project Baseline tem a chance de influenciar significativamente conhecimentos que temos sobre o nosso corpo e entender melhor os indicadores de bem-estar", disse a diretora executiva da Associação Americana do Coração, Nancy Brown.

Após esse estudo inicial, o projeto também pode desenvolver novas ferramentas e tecnologias para acessar e organizar as informações sobre saúde. Segundo Nancy, "os resultados desse estudo podem inspirar uma nova geração de ferramentas para a prevenção de doenças em vez de apenas diagnosticar e tratá-las".

Em setembro, a farmacêutica Sanofi e a Verily revelaram um investimento de 500 milhões de dólares numa joint venture que combina dispositivos e serviços para aperfeiçoar cuidados com diabetes, um exemplo do crescimento entre os setores farmacêutico e de tecnologia.

A Verily também está trabalhando em outros projetos, como o desenvolvimento de lentes de contato inteligentes em parceria com a farmacêutica suíça Novartis, que patenteou um sensor de glicose para ajudar a monitorar o diabetes.

(Por Anya George Tharankan)

Últimas notícias Ver mais notícias