Tudo que já sabemos sobre o novo Moto G6, que deve chegar em breve

Rodrigo Lara
Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Reprodução

A linha Moto G dos celulares Motorola virou sinônimo de custo-benefício: aparelhos com boas especificações, mas que não carregam no preço. Após retomar o caminho do sucesso com a linha Moto G5, é de se esperar que o seu sucessor esteja cercado de expectativas.

É bastante provável que o novo Moto G6 esteja bem próximo: a Motorola marcou um evento em São Paulo para o próximo dia 19 de abril e especula-se que ele será dedicado a mostrar a novidade.

Enquanto não temos informações oficiais, no entanto, é possível se basear em vazamentos ocorridos nos últimos meses para termos uma boa ideia de como será o aparelho. Abaixo listamos tudo que já sabemos sobre o Moto G6.

Visual tradicional

Não espere arroubos estéticos no Moto G6, que deverá lembrar bastante o visual do Moto X4. Isso implica em cantos arredondados. Espere também o revestimento em "vidro 3D" na traseira, assim como o círculo ressaltado que abriga as lentes da câmera e o flash. Como visto em outros modelos da marca, essa característica dá ao celular um visual "gordinho", com espessura alguns milímetros maior do que os aparelhos da linha Moto Z2.

Serão três modelos na linha, o Moto G6 Play, o Moto G6 e o Moto G6 Plus. A ordem da frase anterior não é à toa, já que ela vai do aparelho mais simples ao mais "parrudo" da linha (como veremos adiante).

Em termos de visual, a principal diferença entre eles será o tamanho e proporção das telas: o Moto G6 Play terá um visor HD de 5,7 polegadas e proporção 16:9, enquanto o Moto G6 repetirá as 5,7 polegadas, mas terá resolução Full-HD e proporção 18:9.

Já o Moto G6 Plus terá uma tela maior: 5,93 polegadas, com resolução Full-HD e proporção 18:9. Para compararmos, o Moto G5S tem uma tela de 5,2 polegadas, enquanto o G5S Plus de 5,5 polegadas.

Ele também contará com um modo porta-retrato (que exibe uma seleção de imagens por um tempo definido) e, ao menos na versão G6, terá dimensões de 154 mm de altura, 72 mm de largura e 8 mm de espessura. O peso será de 163 gramas.

Os três modelos terão sensor de digitais, mas a diferença será em seu posicionamento: Moto G6 e Moto G6 Plus trarão o recurso na dianteira, enquanto o Moto G6 Play terá esse sensor na traseira, onde fica o logotipo da Motorola.

Cada um dos modelos terá opções únicas de cores, como preto, rosa-dourado, prata e tons de azul.

Relembre o Moto G5

Receita da câmera mantida

O Moto G5 inovou ao ser o primeiro celular em sua faixa de preço a trazer as desejadas câmeras duplas - no modelo G5S Plus. Essa configuração passará a ser a utilizada tanto no Moto G6 quanto no Moto G6 Plus.

Na traseira, ambos os aparelhos terão câmeras com sensores de 12 MP e 5 MP. No caso do Moto G6 Plus, sites como o Droid Life especulam que ela traga tecnologias para melhorar a qualidade de fotos noturnas.

Já a câmera dianteira de ambos será de 16 MP. A geração anterior da linha tem câmeras traseiras com sensores de 13 MP e dianteira com 8 MP no Moto G5S Plus. Já o Moto G5S tem câmera única de 16 MP na traseira e 5 MP na dianteira.

O Moto G6 Play, por sua vez, deverá ter câmera simples na traseira e na dianteira, porém nenhuma especificação mais aprofundada foi revelada até o momento.

Diferenças internas

Em termos de desempenho, a linha seguirá a ordem Moto G6 Play, Moto G6 e Moto G6 Plus. De acordo com o site Droid Life, o Moto G6 Play deverá trazer um processador Snapdragon 430, o mesmo usado no atual G5S.

Não há informações sobre a memória RAM e o armazenamento dessa versão de entrada, mas não seria surpresa que esses valores fossem de 3 GB e 32 GB, respectivamente.

No caso do Moto G6, o processador seria um Snapdragon 450, com opções de 3 e 4 GB para a memória RAM e de 32 e 64 GB para armazenamento. Já o Moto G6 Plus deverá trazer um processador Snapdragon 630, opções de 3, 4 e 6 GB para a memória RAM e de 32 e 64 GB para o armazenamento.

Já nos Moto G6 e G6 Plus, os processadores são evoluções dos utilizados nos atuais G5S e G5S Plus. Sendo assim, a diferença de desempenho entre eles deverá ser a mesma observada nos modelos vendidos atualmente. E, como ocorre tradicionalmente na linha, não seria surpresa alguma que a capacidade de armazenamento desses aparelhos fosse expansível por meio de um cartão SD. 

Se nas especificações o Moto G6 Play perde para seus "irmãos", a coisa muda de figura na hora de falarmos da bateria. Essa versão terá parrudos 4.000 mAh, o que deve ser suficiente para que ela fique longe da tomada por bastante tempo. Já Moto G6 (3.000 mAh) e Moto G6 Plus (3.200 mAh) ficam na média do segmento.

As três versões virão com o Android 8.1 Oreo levemente modificado pela Motorola - entre essas modificações estará o Moto Key. O recurso, já presente no Moto X4, permite usar uma extensão no computador para que ele se comunique com o celular. Assim, é possível fazer o smartphone ler a sua digital e, com isso, dispensar o uso de senhas. No Moto G6, a expectativa é que o rosto do usuário também seja usado para esse tipo de autenticação.

Preços amigáveis

Outra característica que deverá ser mantida é o preço atrativo. De acordo com um flagra do site Android Police, os preços da linha começarão em US$ 199 (equivalente a R$ 678) para o Moto G6 Play e US$ 249 (equivalente a R$ 849) para o Moto G6. O preço do Moto G6 Plus ainda não vazou, mas é de se esperar que ele fique na faixa de US$ 300 (pouco mais de R$ 1.000).

Esses valores consideram apenas a conversão direta de dólares para reais. Em todo caso, por aqui os preços devem ser próximos aos cobrados pelos G5S (R$ 1.099) e G5S Plus (R$ 1.499), mantendo sua posição como um dos campeões do custo-benefício.

Samsung J7 Prime x Moto G5: qual "popular" é melhor?

Últimas notícias Ver mais notícias